Em conteudo-patrocinado / seguro-de-vida

Novembro azul: por que fazer um seguro de vida quando se trata de câncer de próstata?

A doença, além de afetar a saúde do homem pode impactar a sua vida financeira devido as despesas inesperadas com tratamento 

O câncer de próstata é uma doença perigosa e que afeta os homens. No Brasil, é o segundo tipo de câncer mais comum entre esse público, ficando atrás apenas do câncer de pele (não melanoma), segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), que prevê ainda, juntamente com o Ministério da Saúde (MS), que 300.140 novos casos de câncer em homens serão registrados em 2019, sendo que 68.220 serão de próstata.

Um alerta para a saúde masculina, já que cerca de 25% dos pacientes falecem devido ao câncer de próstata, e 20% dos casos são diagnosticados já em estágio avançado, de acordo com dados do site Portal da Urologia. 

A questão envolve uma série de fatores como a falta de contato com os urologistas ainda na adolescência. Diferentemente do comportamento feminino, que costumam ir ao ginecologista com uma certa regularidade, muitos homens só procuram este tipo de profissional na vida adulta, quando realizam o exame de próstata e, por vezes, pode ser tarde demais.

Para ter um diagnóstico prévio, o que pode aumentar as chances de cura, é fundamental se consultar com urologistas periodicamente, cuidar da saúde e adotar hábitos saudáveis.

A doença, além de afetar a saúde do homem pode impactar a sua vida financeira devido as despesas inesperadas com tratamento ou até prejudicar o ganho de renda nesse período, dificultando a manutenção do seu padrão de vida e da sua família. Muitos desconhecem que o seguro de vida pode ajudar nessas situações.

A cobertura opcional Doenças Graves cobre a ocorrência de doenças como câncer, acidente vascular cerebral e infarto, além de procedimentos como cirurgia para troca de valvas cardíacas, cirurgia da aorta e transplantes de órgãos, etc. Ou seja, no caso do diagnóstico de uma doença grave, o segurado recebe o valor do benefício em vida para usar como desejar.

Na seguradora Prudential do Brasil, o câncer é o principal motivo de solicitação de benefícios. De janeiro de 2014 a junho deste ano, foram registrados mais de 1.300 pedidos de indenização relativos à doença, o que representa 36,7% do total de sinistros avisados.

Pensar que imprevistos, incluindo doenças graves como o câncer, podem acontecer é estar um passo à frente no que diz respeito ao planejamento financeiro. Por isso, ter um seguro de vida faz toda a diferença: para que o segurado e sua família não fiquem sem suporte caso aconteça algum imprevisto.

 

 

Contato