Em conteudo-patrocinado

Fintech permite ao investidor montar seu próprio fundo imobiliário

Por meio da plataforma, investidor pode escolher quais os projetos imobiliários para investir e diversificar o portfólio.

im_infomoney_urbeme

Escolher o imóvel certo para investir nem sempre é uma tarefa fácil, e este mercado pode ser extremamente restrito, devido aos altos valores de entrada.

É exatamente esse problema que a URBE.ME, fintech de investimentos imobiliários diretos, elimina. A plataforma disponibiliza aos investidores a possibilidade de realizar aportes em diversos empreendimentos imobiliários na fase de incorporação com valores a partir de R$ 1.000.

Eduarda Fabris, diretora executiva da empresa, afirma que a curadoria dos projetos é o grande diferencial dos investimentos da plataforma: “Todas as semanas recebemos dezenas de projetos de incorporadoras querendo financiamento. Desenvolvemos nosso próprio algoritmo de avaliação e hoje apenas 4% passam pela análise.”

Para se cadastrar no Urbe.me e conhecer os projetos, clique aqui.

Em um mercado antes restrito apenas a grandes investidores dispostos a imobilizar grandes quantidades de capital, agora, através da plataforma, é possível realizar aportes em empreendimentos específicos e diversificar seu portfólio de investimentos imobiliários, diminuindo o risco e aumentando a rentabilidade. Assim, o investidor pode escolher quais os empreendimentos que quer investir, criando uma espécie de fundo imobiliário próprio, só que com uma rentabilidade projetada nos empreendimentos de cerca de 15% a.a.

Mercado em grande expansão

Esta modalidade de investimentos registrou no ano passado um crescimento de mais de 451% em relação a 2016, de acordo com a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Neste período, o número de investidores teve uma alta expressiva: de 1.099 para 8.966.

Ao todo, foram R$ 46.006.340,00 investidos em 2018. Desses, quase a metade — 47% — foram captados pela URBE.ME, maior plataforma de investimento imobiliário direto do país, que até hoje já realizou mais de 30 rodadas de investimento para 25 projetos.

Para se cadastrar no Urbe.me e conhecer os projetos, clique aqui.

Quanto eu vou ganhar

A rentabilidade do investimento está diretamente ligada às vendas das unidades do empreendimento, e a URBE.ME projeta uma rentabilidade real de 200% do CDI para os investidores. No entanto, caso a projeção de rentabilidade não se concretize, O título de investimento tem rentabilidade mínima de 120% do CDI.

Ao investidor não incide nenhuma taxa, o único custo na operação é do Imposto de Renda, retido diretamente na fonte.

Como investir

É possível investir com no mínimo R$ 1 mil e as rodadas de investimento têm duração de 6 dias. O investimento é efetivado por meio de uma CDBv – Certificado de Depósito Bancário Vinculado, e é disponibilizado para o investidor após o final da rodada de investimento.

O interessado deve criar um cadastro rápido na plataforma do URBE.ME – que pode ser feito clicando aqui —, reservar o valor desejado e realizar a transferência do valor escolhido. Após isso, a plataforma efetivará a participação do investidor.

Ainda na plataforma, é possível encontrar todas as informações sobre o investimento, incluindo o estudo de viabilidade econômico-financeira do projeto e o alvará da obra. Após a oferta, os investidores recebem informações mensais sobre o andamento das obras, unidades vendidas e o preço de venda de cada unidade.

Para conhecer os projetos, clique aqui e faça um cadastro rápido na plataforma da URBE.ME.

 

 

Contato