Em conteudo-patrocinado

Monte Bravo faz investidores ganharem até R$ 30 milhões a mais que nos grandes bancos

Um dos maiores escritórios de investimentos do país intensifica ganhos nas carteira de clientes oferecendo orientação sobre as melhores aplicações do mercado

Milhões de brasileiros ainda investem por meio de bancos, aplicando em produtos que costumam ser mais caros e menos rentáveis do que aqueles oferecidos em instituições especializadas em investimentos. Para provar como migrar o dinheiro pode incrementar de modo significativo os ganhos com os investimentos, a Monte Bravo fez uma conta simples: analisou o portfólio de seus mais de três mil clientes antes e depois de começarem o atendimento no escritório, e descobriu que gerou um impacto positivo de aproximadamente R$ 30 milhões em 2017. “Esse é um impacto muito relevante na vida dos nosso clientes, é um dinheiro que anteriormente ficaria na conta dos bancos”, afirma Pier Mattei, um dos sócio-fundadores da Monte Bravo, que é um dos maiores escritórios de investimentos do Brasil.

Se você quer entender na prática como impulsionar os seus ganhos, entre em contato com a Monte Bravo clicando aqui.

Mattei explica que os clientes que chegam ao escritório costumam trazer rendimentos abaixo do CDI – taxa que serve de referência para a maioria dos investimentos –, e os profissionais orientam os clientes para que eles mantenham carteiras que rendem, na média, de 120% a 125% do CDI. O retorno pode ser maior ou menor dependendo do apetite por risco, conferindo acesso a produtos mais conservadores, como títulos de renda fixa, ou mais arrojados, como fundos multimercados e COEs.

As diferenças entre o atendimento em um escritório especializado em investimentos e os bancos podem ser resumidas em dois pontos principais: a prateleira de produtos muito mais sofisticada e o acompanhamento próximo da carteira. A assessora Raquel Girotto atuou por quase duas décadas em um dos maiores bancos do país, sendo cinco anos no Private Banking, antes de começar a atender os clientes no escritório da Monte Bravo, e vê a diferença no atendimento de modo muito claro. “No banco, os gerentes têm carteiras de clientes muito inchadas, então não é possível fazer um atendimento personalizado, atuando muito mais de forma reativa”, explica.

Como o cenário para investimentos muda de modo significativo em períodos relativamente curtos de tempo, revisar as aplicações periodicamente pode garantir resultados muito mais assertivos. “O papel do assessor é olhar para a carteira do cliente periodicamente e mostrar as melhores alternativas para seu perfil de risco. É um papel proativo a todo momento”, complementa Raquel. Há um ano, por exemplo, a taxa básica de juros estava em 12,25% ao ano, praticamente o dobro dos 6,75% ao ano que encontramos hoje. Isso significa que aquele famoso rendimento de 1% ao mês não existe mais para o investidor conservador, e que agora é preciso adotar uma postura mais ativa se a ideia for conseguir os mesmos resultados do passado. E neste cenário torna-se ainda mais importante contar com a figura do assessor de investimentos.

Por isso mesmo, nos últimos meses o portfólio dos clientes da Monte Bravo mudou consideravelmente. Acompanhando a queda nas taxas de juros para o menor patamar da história, os investimentos foram migrando da renda fixa para alternativas mais rentáveis. “Esse efeito de redução nos juros tem provocado uma fuga da zona de conforto, agora é preciso buscar modalidades mais sofisticadas”, afirma Pier Mattei.

Monte Bravo
Da esq. para a dir.: Raquel Girotto, Felipe Mahler, Pier Mattei e Bruno Madruga / Divulgação

Assessoria especializada com centenas de alternativas

O salto nos rendimentos dos clientes da Monte Bravo não é por acaso. Ligado à XP Investimentos, o escritório consegue oferecer a maior prateleira de produtos do mercado. São cerca de 180 ativos de renda fixa com ganhos que podem superar significativamente o CDI, mais de 200 fundos de investimento de alguns dos maiores gestores do Brasil nas mais diferentes categorias, dezenas de COEs, que é um dos produtos de investimento mais novos do mercado, trazendo a possibilidade de ganhos elevados e risco controlado, entre muitos outros.

Mais difícil do que ter acesso aos melhores produtos é saber quais são os mais adequados para cada momento. O sócio da Monte Bravo explica que um erro muito comum é escolher fundos de investimento apenas pelo histórico de ganhos. “Nosso papel como assessor é entender como este fundo está posicionado e ver se ele faz sentido daqui para frente. Isso é muito mais importante do que simplesmente olhar a rentabilidade passada”, diz. Os assessores conhecem os gestores de perto e todo o seu histórico profissional, o que garante mais subsídios na hora de escolher o fundo mais adequado.

A assessoria vai muito além dos fundos e é feita para todas as demais alternativas de investimentos. Na Monte Bravo, há uma equipe dedicada a estudar os produtos de cada mercado, como renda fixa, fundos de investimento imobiliário, previdência privada, COE, ações, entre outros. Para Pier Mattei, as mudanças recentes no perfil dos clientes é apenas um sinal do que virá nos próximos anos. Para ele, o movimento atual de juros e inflação em baixa por um período prolongado “será transformador na forma como o brasileiro investe”.

O modelo de atendimento do escritório passa por algumas etapas. No contato inicial, o investidor se reúne com a equipe de especialistas para traçar seu perfil e objetivos. Somente em um segundo contato é que são apresentadas alternativas de investimentos, e, se o investidor estiver satisfeito com a abordagem, é possível abrir uma conta na XP Investimentos por intermédio da Monte Bravo.

Se você quer agendar uma conversa inicial com profissionais da Monte Bravo, clique aqui e entre em contato com o escritório.

Caminhada de R$ 10 bilhões

Os clientes da Monte Bravo são divididos em quatro planos de relacionamento: canal digital, assessoria exclusiva, private e ultra. Cada categoria atende diferentes tipos de clientes, mas cada vez mais o escritório vem atendendo clientes de maior patrimônio acumulado – e o escritório vem reforçando sua equipe para atender esse perfil. Desde meados de 2016 a Monte Bravo atraiu mais de uma dezena de profissionais do Private Banking de algumas das maiores instituições do Brasil, além de gestores de importantes assets do mercado.

Atualmente, o escritório atende investidores em todo o Brasil. Com sede em Porto Alegre, a empresa conta também com presença em outras quatro cidades: Santa Maria, Caxias do Sul, Belo Horizonte e São Paulo. Além destas praças, a Monte Bravo está a poucos passos de inaugurar seus escritórios no Rio de Janeiro e em Goiânia. Afinal, o plano para os próximos anos é ousado: crescer dos atuais R$ 2 bilhões sob assessoria para R$ 10 bilhões até 2020.

A aposta no crescimento vem de uma conjunção de fatores, que passa pela atração de novos assessores altamente qualificados, expansão geográfica e aumento na base de clientes via recomendações dos atuais investidores, que hoje é o maior driver de crescimento do escritório.

Para continuar crescendo via recomendações, a qualidade no atendimento é um dos índices acompanhados mais de perto pelos sócios do escritório. Com um NPS (Net Promoter Score) de 86 – esse é um nível que poucas companhias conseguem atingir –, a Monte Bravo obteve a maior nota entre os escritórios afiliados à XP Investimentos nos anos de 2015 e 2017, o que lhe rendeu o prêmio de melhor atendimento naqueles anos. 

Você também quer impulsionar os seus ganhos? Entre em contato com a Monte Bravo e veja como os assessores de investimentos podem te ajudar.

 

 

Contato