Em conteudo-patrocinado / especial-braskem

Empresário transforma negócio durante programa de aceleração e inova com alterego virtual para surdos

Aplicativo Giulia tem como foco inserção dos surdos na sociedade; lançamento oficial será em maio

Um dos primeiros alteregos virtuais já feitos. É assim que Manuel Augusto Pinto Cardoso, CEO da MAP Technology, define o projeto Giulia, um aplicativo desenvolvido para promover a inclusão dos surdos na sociedade brasileira.

Muitos surdos sequer falam a língua portuguesa, por isso a barreira na sociedade para desempenhar até mesmo funções simples do cotidiano, como ir ao médico, ao banco ou a uma delegacia, podem se tornar desafiadoras. Tendo isso em mente, o app Giulia permite que o smartphone transforme os movimentos da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em áudio, bem como traduza a voz em sinais gestuais.

O projeto começou a ser desenvolvido em 2014, quando Cardoso estava em Boston, nos EUA, e teve o primeiro contato com uma pulseira equipada com sensores para captar os sinais dos músculos do braço e da mão. A partir daí surgiu a ideia de adaptar essa tecnologia para a inclusão do surdo na sociedade. “O problema era que os sensores não tinham muita precisão, e as pessoas não costumam fazer o mesmo sinal igual duas vezes, então desenvolvi uma solução com algoritmo embarcado no celular”, explica.

Um dos grandes saltos no projeto, no entanto, veio com a participação do projeto Giulia na edição de 2016 do Braskem Labs, programa com o objetivo de buscar soluções inovadoras que melhorem a vida das pessoas por meio da química e do plástico. “Nas orientações eles nos colocaram a necessidade de o projeto ter escalabilidade, eu me incomodei com isso e busquei a inovação dentro da inovação”, comenta Cardoso. Para conhecer mais sobre a edição de 2017 do Braskem Labs, que está com as vagas abertas, clique aqui.

A mudança comentada pelo CEO da MAP Technology foi fixar o smartphone no pulso do cliente, eliminando a necessidade da pulseira e transformando o Giulia em apenas um aplicativo. “Isso mudou completamente a nossa ideia e ofereceu a escalabilidade que queríamos.” Ao transformar o projeto em um app, foi possível baratear a solução, essencial para a escalabilidade devido ao poder aquisitivo mais limitado de uma grande parcela da população surda.

Com previsão de lançamento em maio, a solução foi testada por mais de uma centena de pessoas. Um dos diferenciais do negócio é a possibilidade de o app aprender a partir da experiência com o usuário, encaixando-se no conceito de alterego virtual. “Quando o usuário faz o download, ele baixa a versão comum para todo mundo, mas a partir do momento que começa a treinar os sinais, o algoritmo aprende como ele gesticula”, afirma. Em aproximadamente uma hora o algoritmo consegue aprender o modo do surdo se comunicar. Também está em estudo gravar as características de gesticulação na nuvem para não perder a configuração.

Durante a fase de testes, a solução começou a ser utilizada por algumas empresas. A Honda contratou um funcionário surdo que se comunica por meio do Giulia para atuar no chão de fábrica, e a Mondial será a primeira empresa com manual de produtos eletrodomésticos com guia para surdos, disponibilizado no celular.

Braskem Labs 2017

O Braskem Labs é um programa de aceleração da petroquímica para incentivar a inovação com melhoria de qualidade de vida usando a química e o plástico. Também há uma categoria especial para soluções de combate ao Aedes aegypti.

Em 2016 foram mais de 190 empresas inscritas no processo, sendo que 12 delas prosseguiram para a fase de mentorias. A metade delas realizou negócios efetivos a partir do programa, sendo que outras conseguiram investimentos de terceiros ou realizaram algum tipo de parceria com a Braskem.

Para esse ano, a principal mudança é que todas as mentorias serão feitas de modo presencial, em eventos mensais. Também haverá uma interação maior entre as empresas selecionadas nessa edição e as companhias que participaram das capacitações nos anos anteriores, de modo a incrementar a colaboração e fomentar a rede de relacionamento.

As inscrições estão abertas e se encerrarão em 14 de maio. Clique aqui para conhecer mais sobre o Braskem Labs 2017 e se inscrever.

 

 

Contato