Fechar Ads

Teoria de Tempo x Preço

Lembrando que esse não é um “Santo Graal” do mercado financeiro. Mas isso confronta qualquer outra teoria já criada, mostrando seu real valor.
Por  Guilherme Muniz -
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Todo operador de mercado usa uma teoria como base de suas operações na Bolsa, principalmente os operadores gráficos.

Atualmente, existem várias teorias. As mais conhecidas são as de Dow e Elliott.

Essas teorias são estudos de repetições de movimentos passados do preço. Tomando como base que as pessoas movimentam os mercados – e pessoas são previsíveis –, podemos presumir que elas tendem a repetir os movimentos passados, ainda mais quando obtiveram lucros.

O importante sempre é usar aquela teoria com a qual você mais se adapta e gera lucros em suas operações.

Ao longo dos anos operando na Bolsa, estudei várias dessas teorias até compreender com uma visão direta a ação do preço que o mercado fornece durante o pregão, utilizando duas informações claras e objetivas: o tempo e o preço dos negócios executados pelos negociantes. Isso gera dados históricos, que podemos descrever em uma plotagem gráfica simples.

Imagine olhar para o gráfico e ver pontos de interseção formados com essas coordenadas de tempo e preço. Já que estamos falando de formação gráfica e pontos de interseção, podemos lembrar do plano cartesiano. Assim, prevemos uma ação futura do deslocamento do preço ao próximo ponto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para ficar mais claro, vamos ver na ilustração abaixo esses pontos de interseção da teoria:

Note que o tempo forma coordenadas negativas, já que o ele é algo que passa e não volta mais. Por isso, fica no eixo X. Já o preço é formado pelas coordenadas positivas, que oscilam no eixo Y, podendo voltar dependendo das coordenadas seguintes.

Quanto maior o volume de interseções de tempo em uma zona de preço, maior será a intenção do preço voltar ao ponto de interseção anterior.

Lembrando que esse não é um “Santo Graal” do mercado financeiro. Mas isso confronta qualquer outra teoria já criada, mostrando seu real valor.

Aprender sobre “tempo x preço” exige uma certa consciência de mercado, uma habilidade que você adquire com o passar do tempo, o famoso “tempo de tela”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assim como qualquer outra teoria, ela demanda de um bom gerenciamento de capital, estudos baseados nos movimentos passados e um relatório detalhado de cada operação possível planilhado ou anotado em sua agenda de operações.

Em 14 anos de mercado financeiro, “tempo x preço” é a essência de tudo o que eu faço, compreendendo todas as operações realizadas e cada passo que dou, provando dia após dia que não estou obsoleto em relação às evoluções do Mercado Financeiro.

Entrarei em mais detalhes em outro momento. Por hoje, espero ter mostrado um novo caminho para aqueles que ainda se sentem perdidos.

Última dica: o plano cartesiano é simples como um jogo de Batalha Naval!

Guilherme Muniz CEO da Lobos do Mercado Investimentos e produtor de conteúdo na Clear Corretora

Compartilhe

Mais de A vida dos traders