As decisões erradas da Yahoo: como perder bilhões de dólares!

1998: Yahoo recusa comprar o Google por 1 milhão de dólares; 2002: Yahoo tenta comprar Google por 3 bilhões de dólares, Google pede 5 bilhões e Yahoo recusa. 2008: Yahoo recusa ser vendido por 40 bilhões de dólares para a Microsoft. 2016: Yahoo é vendido por 4 bilhões de dólares para a Verizon. Valor de mercado atual do Google: 550 bilhões de dólares. Veja no Terraço Econômico!

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

A história é contada em poucos capítulos. E os gráficos de valor de mercado de cada companhia (iniciados em 2004) dão a dimensão do que aconteceu.

1998: Yahoo recusa comprar o Google por 1 milhão de dólares.

2002: Yahoo entende que foi um erro e tenta comprar Google por 3 bilhões de dólares, Google pede 5 bilhões e Yahoo recusa.

2004: Google abre o capital e valor de mercado é estimado em 23 bilhões de dólares.

2008: Yahoo recusa ser vendido por 40 bilhões de dólares para a Microsoft.

2016: Yahoo é vendido por 4 bilhões de dólares para a Verizon. Valor de mercado atual do Google: 550 bilhões de dólares.

im1

Fonte: YChart. Elaboração própria.

im2

Fonte: YChart. Elaboração própria.

Mas seria o Google esse gigante sob o comando do Yahoo? Teria o Yahoo mantido seu valor com o Google em seu portfolio? Nunca saberemos!

Terraço Econômico

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Terraço Econômico

O Terraço Econômico é um espaço para discussão de assuntos que afetam nosso cotidiano, sempre com uma análise aprofundada (e irreverente) visando entender quais são as implicações dos mais importantes eventos econômicos, políticos e sociais no Brasil e no mundo. A equipe heterogênea possui desde economistas com mestrados até estudantes de economia. O Terraço é composto por: Alípio Ferreira Cantisani, Arthur Solowiejczyk, Lara Siqueira de Oliveira, Leonardo de Siqueira Lima, Leonardo Palhuca, Victor Candido e Victor Wong.