Saint Barthélemy: mil e um tons de água e de hospedagem no Caribe!

Ah, o Caribe! Claro que você já foi à uma ilha ou outra. Mas conhece St. Barth? A mais chique, exclusiva e badalada ilha caribenha? Eu estive lá e fiz uma seleção dos melhores hotéis para você nunca mais se esquecer deste destino mágico e único: Saint Bathélemy mon ami!!!
Por  Paulo Panayotis
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Quem já foi para St. Barth (Saint-Barthélemy), no Caribe, quer voltar. Quem não foi não tem a mais remota ideia do que está perdendo! Começa que a ilha não tem turismo de massa, é uma das mais seguras e confortáveis do mundo. Para conhecer um pouco da história e dos restaurantes desta ilha mágica, clique aqui.

Paisagem idílica de uma praia de St. Barth
Se quiser saber onde ficar super bem hospedado, continue lendo.São muitas as opções. Vou aqui dar dicas de onde fiquei hospedado e dos hotéis que conheci. Sim, é possível ficar na ilha descoberta por Cristóvão Colombo a preços razoáveis dependendo da época do ano e tipo de hospedagem escolhida. No entanto, definitivamente não é o lugar ideal para mochileiros!

 Vista de minha suite no Le Guanahani

Fiquei hospedado no espetacular – e discreto – Le Guanahani. E tive o privilégio de conhecer também o Le Cheval Blanc, o Le Barthelemy, o Eden Rock , o Le Toiny, o Le Sereno e o Villa Marie, todos cinco estrelas. Fui visitar ainda o querido Le Village, um quatro estrelas com vista espetacular tocado pela simpática e energética proprietária Catherine Charneau.

Uma das duas praias privativas oferecidas pelo hotel.

Le Guanahani.
Charme, discrição, elegância e tudo o que você pode imaginar em termos de  esportes aquáticos está disponível no charmosíssimo Le Guanahani. Tive o privilégio de ficar na suíte Admiral.

Sala da suite admiral. Precisa dizer algo?
Com dois quartos enormes, uma sala maior ainda e toda avarandada, a Admiral fica praticamente “dentro da água”. Trata-se da maior e uma das mais antigas propriedades da ilha. Mas nem por isso é tipo “hotelzão”. Pelo contrário. A propriedade, que ocupa uma das áreas mais privilegiadas de St. Barth, foi totalmente reformada em 2016.

Outra das duas praias privativas do Le Guanahani.
Você será recebido com uma taça de champanhe antes de ser levado para uma das 67 vilas espalhadas em meio a coqueiros, primaveras e hibiscos multicoloridos.

Villa com piscina privativa para 6 pessoas, ideal para famílias
Aliás, todas a vilas são muito coloridas e muitas delas têm piscinas particulares. Você cruza com um hóspede aqui ou ali, mas, na maior parte do tempo, parece tudo só seu. Há duas praias privativas. Tudo é de alto luxo e super discreto, inclusive o SPA by Clarins.

Um SPA com pedigree
Não é barato, mas vale cada tostão, principalmente porque ao se hospedar por lá, você o risco de cruzar com o Leonardo di Caprio, que adora o lugar! Recomendo fortemente. (5 estrelas)

Le Cheval Blanc

Entrada do Le Cheval Blanc… depois do Le Guanahani, meu preferido na ilha.
Quem conhece o hotel em Paris pode se surpreender com a qualidade de seu irmão praiano!

O cardápio do restaurante tem areia na capa
Visitei o hotel e almocei por lá no Le Cabane de Isle, um dos restaurantes da propriedade à beira mar na praia de Flamands! Pura sofisticação!

Desfiles prêt-à-porter bem descontraídos durante o almoço
Entre um taça e outra desfiles de moda acontecem de forma descontraída.

Infinitos tons de azul
A praia de águas transparentes é lindíssima e as suítes e bangalôs são “chicúria” pura!

O branco predomina na decoração
Tudo belíssimo, tudo em tom branco contrastando com o azul turquesa do mar logo ali, na sua frente. É meu segundo preferido em St. Barth. (5 estrelas)
Le Barthélemy 

Cores e charme na entrada modernosa
A entrada cheia de estilo mostra a personalidade deste hotel. Visitei o spa, a praia e os quartos, que contam, entre outras facilidades, com amenities da marca Hermès. 

Alta qualidade nos produtos
Pelo que vi, gostei bastante. No entanto, tive uma experiência que não deixou saudades no restaurante Aux Amis. Portanto, fico meio reticente em indicar o hotel. Mas trata-se de um cinco estrelas com uma piscina espetacular.

Uma das luxuosas suítes do hotel. Me avisa se gostar, ok?
Se ficar lá me manda me conta como foi sua experiência, ok? Dica: experimente o bar Le Tony Beach Club, que pode ser frequentado inclusive se nao estiver hospedado? (5 estrelas)
Eden Rock  

Badalação de dia e principalmente de noite.
Lugar para ver e ser visto. Ponto de encontro de celebridades, tanto de dia quanto de noite, em seus badalados restaurantes e no Sand Bar, literalmente pé na areia. Serviço impecável, quartos idem.

Pé na areia com estilo e sofisticação.
Trata-se de um dos mais caros hotéis de St. Barth. Sinônimo de efervescência com aquele ar blasé, aqui você terá que apresentar uma carteira recheada para acompanhar o ritmo.

Mama mia, pizza de trufas negras!
Dica: Se seu ritmo não for esse, vale a pena experimentar a pizza de trufas negras servida no Sand Bar todas as noites. Divina! (5 estrelas)
Le Toiny 

Sala de estar e restaurante com vista privilegiada.
Para mim, este Relais&Châteaux tem uma das melhores vistas da ilha pois fica em uma área elevada chamada “Côte Sauvage”. Com apenas 14 vilas luxuosíssimas, tudo é novo, charmoso e funcional, inclusive o staff.

Suites enormes e de extremo bom gosto.
Para mim, o único problema é se você adorar o mar como eu: dá para ir a pé mas não é das tarefas digamos mais agradáveis.

Piscina com fundo infinito para o infinito
O hotel, no entanto, tem veículos à disposição o tempo todo para ir e voltar.

Servidos?
Dica: experimente o bar pé na areia Le Tony Beach Club, que pode ser frequentado inclusive se não estiver hospedado e peça lagosta grelhada. (5 estrelas)
Le Sereno 

Lugar certo para quem procura tranquilidade com alto estilo
 Tem provavelmente as maiores vilas da ilha. Visitei uma que tem nada menos que 700 metros quadrados de área! É gigante! Disponibiliza mordomo e até chef de cozinha particular! Se quiser isolamento o lugar é aqui! Um luxo!

Fim de tarde de papo para o ar
Este hotel ficou ainda mais conhecido depois do badalado casamento da itgirl brasileira Helena Bordon.  (5 estrelas)
Villa Marie

Vista espetacular privilegiada dos hóspedes
O hotel Villa Marie é o mais novo empreendimento da prestigiosa Maisons & Hotels Sibuet. Quando estive em St. Barth estava concluindo os trabalhos para abrir as portas. Fica no interior da ilha, em cima de um morro com vista absolutamente privilegiada.

Com a simpa´tica, tímida e ativa Marie Sibuet
Por sorte, a família Sibuet estava por lá . Fiquei impressionado porque todos eles estavam com as mãos na massa, ou seja, ajudavam os pedreiros e outros funcionários nos últimos detalhes.

Cada suite com um tema diferente
São apenas 18 bangalôs todos diferentes uns dos outros e decorados em estilo tropical chique.

Madame Sibuet inspeciona tudo pessoalmente
Madame Jocelyne Sibuet, em pessoa, tratou de todos os detalhes da decoração.  Almocei lá no que creio ter sido a primeira refeição para clientes.

Atenção aos mínimos detalhes
Apesar de nunca terem trabalhado juntos, os funcionários, garçons etc, apresentaram elogiável sincronia e o almoço, com produtos trazidos diretamente da França – muitos deles produzidos pela própria família Sibuet.

Merci pour tout!
Foi realmente perfeito. Congratulations!
Le Village Village  

Madame Catherine, dona e responsável pela simpatia do lugar
O hotel Le Village é um quatro estrelas tocado pela simpática Catherine Charneau, que herdou a propriedade do pai.

Vista deslumbrante a partir do Hotel Le Village
Localizado na colina de Saint Jean, apesar de ser longe da praia, tem uma bela vista e seus quartos são confortáveis e bem mais em conta que os hotéis cinco estrelas. Isso, para St. Barth , não representa que os preços sejam necessariamente baratos. Não são. Mas são acessíveis.

Vista da colorida e gostosa sala de estar
Funciona desde 1969 quando a ilha ainda não era reduto de ricos e famosos de todo o mundo.

Suites decoradas com esmero e flores trocadas frequentemente

O hotel oferece um pouco de tudo, de quarto simples até uma bela e espaçosa vila. Na alta temporada costuma lotar muito rapidamente. Não fiquei hospedado mas visitei e adorei!

O jornalista Paulo Panayotis viajou a convite do escritório de Turismo de St. Barth representado pela CCHotels e se hospedeu no Le Guanahani a convite da X-Mart Consultoria e Marketing, que representa o hotel no Brasil.
Crédito das fotos Paulo Panayotis & Adriana Reis

Compartilhe
Mais sobre

Mais de Sua viagem, seu investimento

Sua viagem, seu investimento

Liverpool continua #cool!!!

Liverpool / Inglaterra – Foi a primeira vez que vi neve no Reino Unido. Estive em Liverpool há mais de uma década. Fiquei fascinado. Trabalhava como correspondente em Londres e fui gravar uma reportagem relacionada aos Beatles. Era inverno. Muito frio, muito, muito vento. No bate a volta da capital inglesa, somente conheci o Museu […]
Sua viagem, seu investimento

Viajar conectado: roaming ou chip?

Itália, França, Inglaterra e Mônaco. Imagine a seguinte situação. 1) Você está curtindo merecidas férias, viajando para a Europa pela primeira vez. Na euforia, topou habilitar seu celular para falar com amigos, família e, claro, postar tudinho. Afinal, quem consegue ficar muito tempo desconectado hoje em dia? 2) Assim como eu, você viaja muito a […]
Sua viagem, seu investimento

Avião nunca mais… vou de trem!!!

Eurostar, Canal da Mancha.Enquanto escrevo este artigo, o trem que liga a Londres, na Inglaterra, à Paris, na França, cruza o Canal da Mancha a mais de trezentos quilômetros por hora, a  mais de cem metros de profundidade. Penso comigo mesmo: nunca foi tão fácil, rápido e confortável percorrer cerca de quinhentos quilômetros e ir […]
Sua viagem, seu investimento

A fantástica Constantinopla, digo, Istambul!

Atenas, Grécia e Istambul, Turquia – Tio, quero ir para Jerusalém, em Israel e para Istambul, na Turquia…- Que Istambul? Que Istambul? Aquilo é Constantinopla, aquilo é nosso, é grego. Após “digerir” a explosão de autêntica agressividade helênica, olho para meu tio. Um tio, óbvio, grego! Grego até o tutano. Espero baixar o fogo em seus […]
Sua viagem, seu investimento

Hermitage, o gigante desconhecido

St. Petersburgo, Rússia. Quando cheguei à cidade de São Petersburgo, na Rússia, não acreditei. Ruas enormes, milhares de carros, corre, corre. Por todos os cantos, obras de arte. Ao menos, para mim eram obras de arte. Encravada no Golfo da Finlândia, entre Tallinn, na Estônia, e Helsinki, na Finlândia, São Petersburgo não podia ser mais […]
Sua viagem, seu investimento

Londres e os melhores parques do mundo

Londres, Inglaterra.São rosas? Sim eram rosas. Nunca me esquecerei. Era a primeira vez que visitava um parque inglês. Na realidade, era a primeira vez que visitava Londres, a capital da Inglaterra. Além das rosas, dezenas de outras flores multicoloridas brigavam pelo olhar “embasbacado” de turistas, frequentadores habituais e desocupados de plantão. Vermelhas, amarelas, púrpuras, lindas! […]
Sua viagem, seu investimento

Agrigento, a mais grega das cidades italianas!

Sicília, Itália. Desembarco no aeroporto Falconi Borselino, em Palermo, na Sicília. O tempo, claro. O voo de Paris, com escala em Roma, foi excelente. É no outono.A ideia é conhecer “a terra onde a CosaNostra, a máfia, nasceu”. Mas a Sicília guarda outro título bem melhor e mais antigo. Trata-se da Magna Grécia! É esta […]
Sua viagem, seu investimento

Ninho do tigre: o mais alto monastério do Butão!

Paro, Butão – “Preserve nosso rico legado natural: não polua as redondezas. Lembre-se: a natureza é a fonte de toda a felicidade”. A placa está bem no início da subida para o monastério Taktshang, o mais alto do reino do Butão. Uma névoa fina dificulta enxergar com precisão esta obra humana que desafia a natureza. […]
Sua viagem, seu investimento

Butão: onde ser feliz é sinônimo de simplicidade

Thimphu – Butão. Quando ouvi pela primeira vez falar no Reino do Butão, fiquei fascinado. Disse para mim mesmo: não posso partir deste mundo sem conhecer este outro mundo. E agora, olho para fora e vejo o Himalaia com seus picos eternamente brancos. O avião da Drukair, uma das duas únicas companhias aéreas do país, começa […]