A DIFÍCIL BUSCA DO EQUILÍBRIO ENTRE TRABALHO E VIDA PESSOAL

Fazendo uma breve retrospectiva, será que você se recorda quando seu filho deu o primeiro chute no futebol ou quando sua filha fez sua primeira apresentação de balé? Onde você estava? Trabalhando?
Por  Carlos Wizard Martins
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Inicio este artigo citando um dado global preocupante que exemplifica o quanto as pessoas estão falhando na busca pelo equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal. Um levantamento feito pela Radstad, empresa multinacional de recursos humanos, revelou que mesmo fora das horas regulares, 63% dos indivíduos atendem o telefone e respondem e-mails do trabalho imediatamente.

A mesma pesquisa apontou que, no Brasil, 68% dos entrevistados não enxergam a necessidade de estar conectado durante as folgas como um problema. Conforme comprovam os números apresentados pela Radstad, a cultura de ficar ‘’24 horas conectado’’ e não se desligar do trabalho nas horas de lazer está mundialmente consolidada.

Na minha visão, a tecnologia nos oferece muitas facilidades, benefícios e comodidades, além da possibilidade de responder nossos clientes e fornecedores em tempo recorde, porém ao mesmo tempo em que ela aproxima quem está longe ela pode afastar quem está perto, como por exemplo, amigos próximos e família.

Fazendo uma breve retrospectiva, será que você se recorda quando seu filho deu o primeiro chute no futebol ou quando sua filha fez sua primeira apresentação de balé? Onde você estava? Trabalhando? O que estou dizendo é: devemos trabalhar, porém sem comprometer a integridade familiar. Portanto, traçar limites e possuir uma visão mais ampla de vida são pontos essenciais para alcançar e manter o tão almejado equilíbrio entre os dois períodos (vida pessoal e trabalho). Em minha família temos um hábito muito saudável de toda segunda-feira a noite reunir os filhos para um encontro familiar. Nessa noite desligamos a TV, o computador, o celular e reservamos um espaço para o diálogo, a interação e aproximação mútua. Nesses momentos, expressamos nossos pontos de vista e tratamos de projetos que envolvem todos os membros da família.

Para finalizar, gosto muito do pensamento de David O. McKay que diz: nenhum sucesso compensa o fracasso no lar. Faço o seguinte questionamento: é fácil alcançar o tão sonhado grau de equilíbrio? Certamente não. Acredito que este seja um dos maiores desafios que enfrentamos em nossa carreira. Então, devemos planejar melhor nosso tempo e estabelecer prioridades! Afinal, a família é a maior riqueza que possuímos e a maior fonte de felicidade e realização pessoal.

Compartilhe
Mais sobre

Mais de Liderança equilíbrio

Liderança equilíbrio

UMA EMPRESA VENCEDORA PRECISA DE UM TIME DE TALENTOS

Atrair e reter talentos são preocupações recorrentes das empresas modernas. Grande parte dos empresários, que conseguiram transformar seus projetos em negócios vencedores, alcançou isso graças à capacidade de transformar uma ação individual em um sonho coletivo, por meio da formação de equipes de alta performance.
Liderança equilíbrio

EMPREENDEDORISMO: UM ESTILO DE VIDA

Empreendedorismo pode ser aprendido? Ou é uma qualidade intrínseca do ser humano? Acredito que toda pessoa nasce com habilidades naturais. Algumas as desenvolvem e outras não. Dessa forma, certamente, o empreendedorismo é um dom, que precisa ser trabalhado, como qualquer outro talento.
Liderança equilíbrio

Comece 2015 apostando em novos sonhos

Inovar requer conhecimento, experiência, diálogo, sensibilidade e inspiração. Enquanto o mundo tende a pensar o novo por meio das constantes invenções tecnológicas, a grande revolução é aquela que vem de dentro do ser humano, na redescoberta de seus anseios e das suas verdades internas. Nesse sentido, quem nunca pensou em ser o dono do próprio destino?
Liderança equilíbrio

Liberdade de expressão e religiosa – um bem a ser promovido

Nesse momento, em que o mundo esta com os olhos voltados a tragédia de Paris, compartilho um artigo escrito pelo advogado Ricardo Cerqueira Leite, presidente da Associação da Liberdade Religiosa e Negócios. “O mundo está chocado com a ação terrorista em Paris. O presidente francês, François Hollande, qualificou o ataque desta quarta-feira, 8 de janeiro de 2015 contra o jornal Charlie Ebdo de "atentado terrorista" de "extrema barbárie". Este fato merece reflexão profunda. Choca mais ante a notoriedade das vítimas, escritores e editores conhecidos.