Fechar Ads

Situação financeira causa crescimento da procura por educação financeira

Por  Reinaldo Domingos
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Com aumento em combustível, transporte e energia, crise na economia, inflação em alta e falta de água, a educação financeira se tornou imprescindível para poder passar por essa fase com consciência e sustentabilidade financeira.

Por esse motivo, a DSOP Educação Financeira, que é pioneira no assunto em escolas, empresas e pessoas físicas, vem observando um grande aumento na procura por pessoas interessadas em aprender a lidar melhor com o dinheiro. Em função disso, está com sua agenda praticamente lotada neste início de ano, com cursos workshops, capacitações, dentre outros serviços.

Observa-se um aumento de mais de 50% na procura por produtos e serviços. Isso é muito importante, pois mostra que as pessoas estão tomando consciência da importância sobre tema e que não se trata apenas de números, mas principalmente de uma questão comportamental.

Em relação às escolas particulares neste ano, a expectativa é que mais de 1500 em todo o Brasil estejam adotando o programa desenvolvido pela DSOP, seja por livros didáticos ou paradidáticos. Isso sem contar escolas públicas, já que estados e cidades brasileiras também já utilizam o material.

Veja alguns dos eventos que a DSOP Educação Financeira está realizando neste início de ano:

Curso de Formação de Educador Financeiro

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Ao longo dessa semana, a DSOP está promovendo o Curso de Formação de Educador Financeiro. O objetivo do curso é capacitar os educadores a partir da Metodologia DSOP para utilizá-la em instituições de ensino, empresas e outros potenciais usuários, licenciar a utilização da marca DSOP junto ao mercado, preparar os educadores para ministrar cursos de educação financeira e fazer apresentações em workshops, seminários, palestras, etc., além de tornar o educador um representante dos produtos DSOP em empresas, escolas e universidades.

Curso DSOP de Educação Financeira


No próximo fim de semana, haverá uma turma do Curso DSOP de Educação Financeira, voltado para qualquer pessoa acima de 18 anos, que tenha interesse em mudar completamente o seu comportamento perante o dinheiro, aprendendo um novo jeito de fazer o orçamento financeiro, baseado em uma metodologia própria comprovada, que já mudou a vida de milhares de pessoas.

Com opções de carga horária de 8h e 16h, este curso tem o objetivo de mudar a relação com o dinheiro e fazer com que os participantes assumam o controle de sua vida financeira. Por meio de apostila de exercícios, apontamento de despesas e o best-seller Terapia Financeira – todos embasados na Metodologia DSOP –, o aluno aprenderá a Como evitar e sair das dívidas; Priorizar os Sonhos e Objetivos; Melhor forma de aplicar e investir o dinheiro; Praticar e realizar uma boa compra; Elaborar um orçamento financeiro; e Encontrar o valor da sua independência financeira (aposentadoria).

Capacitação Pedagógica


Além disso, também no próximo fim de semana, haverá uma capacitação pedagógica, evento no qual dezenas de colégios adotantes do Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas comparecem para que seus educadores sejam capacitados a ensinar educação financeira a alunos de todos os ciclos do ensino, apoiados por um material didático e paradidático completo, além de um ambiente virtual específico para os professores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Workshop de Educação Financeira para Jornalistas


Outro público que também vem mostrando muito interesse em educação financeira são os veículos de comunicação, que tem dado cada vez mais espaço para pautas desse assunto. Sendo assim, a DSOP também criou o Workshop de Educação Financeira para Jornalistas, que, no dia 25 de fevereiro, fará sua 3ª edição.

Reinaldo Domingos Reinaldo Domingos é presidente da Abefin (Associação Brasileira de Educadores Financeiros), autor de vários livros e criador da Metodologia DSOP de Educação Financeira.

Compartilhe

Mais de Finanças em casa

Finanças em casa

Apenas 9% dos brasileiros conseguem pagar as despesas de início de ano

O ano já começou e para não comprometer as finanças logo em janeiro é preciso se planejar, mas diante da situação financeira atual do brasileiro, sabemos que não é simples. Prova disso é uma recente pesquisa divulgada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), apenas 9% dos brasileiros conseguem pagar as despesas de início de ano com o que recebem.
Finanças em casa

Mega-Sena da Virada ou investimento: o que é melhor?

Todo fim de ano a cena se repete: filas enormes para fazer aquela "fezinha" na Mega-Sena da Virada em todas as lotéricas do país. Neste ano, o prêmio é o maior da história, sendo R$ 280 milhões, e por isso muitos apostam também a esperança de resolver, de uma vez por todas, a vida financeira.
Finanças em casa

Saúde Física x Saúde Jurídica: a importância do equilíbrio

Sempre gosto de ponderar que é preciso haver um equilíbrio em tudo o que fazemos e com a nossa saúde não poderia ser diferente. Aprofundo mais essa questão em meu livro Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar, lançado no fim de Novembro. É imprescindível dar a mesma atenção à saúde física e jurídica. 
Finanças em casa

Planejamento é a chave para as contas de início de ano

Mesmo que a taxa de desemprego tenha diminuído para 11,9% no mês de setembro, ainda são 12,5 milhões de brasileiros sem trabalho de acordo com os últimos números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A falta de renda também se reflete no grande número de inadimplentes – cerca de 63 milhões, segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), divulgados neste mês de novembro. Diante deste cenário preocupante, as contas típicas de início de ano das famílias, se não forem analisadas com cautela, podem causar um grande desequilíbrio no orçamento.
Finanças em casa

Conheça os caminhos para empreender de forma vitoriosa

Sabemos que a palavra “empreendedorismo“ sempre esteve muito ligada ao campo empresarial, mas ao longo do tempo percebi que o ato de empreender não se restringe apenas a isso, mas permeia todo o nosso cotidiano. É partindo deste entendimento que o meu novo livro Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar se desenvolve.
Finanças em casa

Pesquisa comprova: brasileiros ainda dependem do INSS

Quase metade dos brasileiros esperam depender apenas com os recursos da Previdência Social (INSS) para se manter na aposentadoria. É o que atesta uma pesquisa recente do Datafolha, encomendada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima)
Finanças em casa

13º dos aposentados: caminhos para a melhor utilização

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber a partir do dia 27 deste mês a primeira parcela do 13º salário, que corresponde a 50% do valor. Com esse dinheiro extra em mãos, muitos beneficiários podem se perguntar qual o melhor destino: quitar dívidas, consumir ou investir?
Finanças em casa

Maioria dos colaboradores brasileiros enfrentam dificuldades financeiras

Em pesquisa divulgada recentemente pela Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), em parceria com a Unicamp e o Instituto Axxus, revelou-se que apenas 16% dos colaboradores brasileiros são capacitados financeiramente. Já 84% dos entrevistados enfrentam dificuldades para lidar com o dinheiro, sofrem prejuízos ou não entendem de finanças.
Finanças em casa

Não deixe os juros dominarem a sua vida financeira

Nesta semana, uma pesquisa divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio), constatou que no ano passado as famílias brasileiras gastaram R$ 354,6 bilhões apenas com o pagamento de juros. Esse número corresponde a 10% da renda anual, superando os gastos com energia elétrica, planos de saúde e educação, por exemplo.