O Professor de Stanford e o Plano de 2 Bilhões

Resolvi compartilhar com você uma das coisas que eu aprendi através de um networking quando estive na Stanford University (Universidade Stanford), na Califórnia nos Estados Unidos.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Vou contar uma história com um valor inestimável. 

Resolvi compartilhar com você uma das coisas que eu aprendi através de um networking quando estive na Stanford University (Universidade Stanford), na Califórnia nos Estados Unidos.

A Stanford é, segundo a Forbes¹, a melhor Universidade dos Estados Unidos. Foi considerada também como a segunda melhor universidade do mundo pelo ranking 2012-2013 da revista Times Higher Education (THE)², empatada com a Universidade Oxford na Grã-Bretanha, e atrás apenas do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

PUBLICIDADE

Quem me contou foi um dos alunos do MBA de Business que eu conheci quando eu estava fazendo uma visita no campus da Universidade e passando a tarde conversando com alguns contatos que tinha amigos em comuns.

O que ele me contou, é que ele estava em sua primeira aula do MBA na Standford, quando então, entra na sala de aula um professor, segundo as palavras dele: “bem gordo e com uma barba bem grande”.

Antes disso, vale ressaltar que para ingressar na Standford você não só precisa ter um currículo excelente, você também precisa ter uma mente diferenciada. Você realmente precisa se mostrar brilhante em algum ponto para conseguir entrar na Universidade.

Já passaram grandes nomes nessa universidade, como os fundadores da HP entre outros.

Talvez por esse detalhe, “já ser muito bom”, as pessoas entram com certo excesso de confiança. Esse excesso de confiança em sentir que não há nada que não se sabe, ou de que nada pode alterar conceitos já estabelecidos, pode ser muito perigoso.

Ao entrar, o professor no primeiro dia de aula, aplica uma dinâmica aos grandiosos alunos.

PUBLICIDADE

O professor exibe um plano de negócio e pede que os alunos o analise.

Ele os deixou falando durante 40 minutos. Entre inúmeras críticas ao plano de negócio, no final desse tempo os alunos chegaram a uma conclusão de que aquele “Business Plan” era mal feito e não geraria bons resultados.

Muitos alegavam que não fazia sentido, que aquilo era impossível de ser implementado e até reuniram casos dos próprios negócios para provar a “insanidade e amadorismo” daquele plano disponibilizado pelo professor para análise.

Pois bem, após o professor ouvir os argumentos dos alunos, ele rebate com um único argumento: esse plano de negócio foi escrito por um ex aluno nosso, e depois de poucos anos, ele abriu o IPO (Initial Public Offering) tornando em uma empresa avaliada em US$ 2 Bilhões.

IPO ou OPI (Oferta Pública Inicial ) é quando uma empresa vende pela primeira vez ações para o público. Isso também é conhecido como a abertura de capital na bolsa de valores.³

Os alunos claro, ficaram surpresos com o resultado daquele plano de negócio que eles acreditavam ser “pobre”. 

O professor para finalizar ainda ressalta: esse ex aluno que fez o plano de negócios está aqui na sala conosco!

Então, o convidou para explicar para todos os alunos o porquê o seu plano de negócios funcionou.

PUBLICIDADE

Quando eu ouvi essa história eu realmente fiquei chocado. Pois, só de pensar que grandes nomes do mercado foram unânimes quanto à avaliação de um documento, e no fim eles estavam errados, nasce um questionamento: até quando realmente sabemos?

Ou como diz Sócrates: Só sei que nada sei!

Percebi que conhecimento nunca é demais e que há sempre um próximo nível a ser alcançado e conquistado. 

Aquele plano de negócio gerou na prática uma avaliação de $2.000.000.000.000,00 no mercado. Esses bilhões são o próximo nível que a maioria não chegou ainda.

A humildade, ou melhor, a falta dela pelo que você deve ter percebido, pode ser crucial para o seu desenvolvimento profissional.

Muitos profissionais não participam de conferências ou eventos do ramo, pois alegam que sabem tudo e têm um aproveitamento de conteúdo de apenas 20%.

Roberto Shinyashiki, grande autor e palestrante, disse no Segredos Da Audiência 2015 Ao Vivo, evento que produzo anualmente para reunir os grandes nomes do marketing e empreendedorismo digital, que são esses 20% que fazem a diferença.

Imagine você no mercado competitivo sem esses 20%? Por quanto tempo você vai durar, é o que ele questiona e eu concordo.

Quando você se permite aperfeiçoar, mais certo de você alcançar o próximo nível. Esses 20%, os novos conceitos e práticas fazem total diferença não só no caminho que você vai percorrer, como principalmente onde você vai chegar. Cada 1% conta!

PUBLICIDADE

Se vale meu conselho: seja humilde e sempre busque por conhecimento!

Não só eu digo isso. Lembra do meu Artigo sobre os hábitos que mudaram a vida de empreendedores digitais de sucesso? Pelo menos dois deles, dos 04 na matéria, dizem sobre sempre obter conhecimento.

Como diz Francis Bacon: “Conhecimento é poder.”. 

Desejo que tenha gostado desse Artigo. 

Desejo também que você siga meu conselho e busque sempre aperfeiçoar, pois isso é essencial.

Tenho um vídeo no meu canal do YouTube contando esse caso. Sempre que quiser lembrar dessa história, você pode vir aqui ou assistir esse material.

Aproveite e inscreva-se no meu canal agora para estar sempre por dentro das melhores sacadas de empreendedorismo, trafego e audiência na internet. 

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo. Procuro responder na minha série de vídeos chamada #PergunteAoSamuca também no YouTube. Sua opinião é muito importante!

Se gostou desse Artigo, compartilhe com seus parceiros e colegas. 

Que cresçamos muito e sempre com muita humildade!

Forte Abraço!

Fontes: 
Fonte1: http://www.forbes.com/
Fonte2: https://www.timeshighereducation.com/
Fonte3: http://www.tororadar.com.br/investimento/bovespa/ipo-o-que-e-como-funcion

.

Samuel Pereira