Em centauro

Netshoes diz não ter tempo para avaliar nova proposta da Centauro

Em uma nova cartada, o Grupo SBF ofereceu US$ 4,10 por ação na oferta pela compra do e-commerce

netshoes
(divulgação)

SÃO PAULO - O e-commerce Netshoes confirmou na noite de quinta-feira (13) ter recebido uma nova revisão da proposta de compra pelo Grupo SBF, dono da rede de moda esportiva Centauro (CNTO3), a US$ 4,10 por ação. No mesmo documento, porém, a empresa disse não haver tempo para avaliar esses novos termos. 

O novo preço proposto representaria incremento de 9,75% ao valor apresentado anteriormente, tanto pela Centauro como pela sua concorrente no pleito de compra, o Magazine Luiza (MGLU3), em US$ 3,70. 

A ação da Netshoes, negociada nos EUA, fechou o pregão da quinta-feira a US$ 3,80. Nesta manhã, antes da abertura do mercado, vê queda de 2,11% para US$ 3,71.

"A oferta da Centauro sana diversas das principais preocupações com suas ofertas anteriores, incluindo o fornecimento de um empréstimo-ponte de R$ 120 milhões", diz o documento da Netshoes. "Por outro lado, ainda que a Centauro tenha conseguido resolver esses problemas, há contínua incerteza sobre a duração do processo de revisão antitruste, o que cria risco à companhia considerando seus severos problemas de liquidez". 

Na quarta-feira (12), o Cade (Conselho administrativo de defesa econômica) afirmou que avaliaria a proposta da Centauro em rito sumário, ou seja, em até 30 dias. Mas o InfoMoney apurou, com pessoas próximas à negociação, que o Magazine Luiza está disposto a questionar juridicamente essa decisão caso sua proposta não seja fechada. 

Os acionistas da Netshoes se reunirão nesta sexta-feira (14), às 11h, para avaliar especificamente a proposta de compra pelo Magazine Luiza, já aprovada pelo Cade. Caso seja aprovado, o negócio deve ser concluído em até 15 dias. Uma injeção de capital de R$ 150 milhões, que servirá como capital de giro, deve entrar no caixa da Netshoes até o dia 19 deste mês para sanar os problemas financeiros de curto prazo. 

"O timing da transação da Centauro, incluindo a aprovação dos acionistas e e dos órgãos antitruste, permanece incerto", resumiu o documento mais recente da Netshoes. O conselho reafirmou, portanto, sua recomendação a favor do Magalu. 

Seja sócio das maiores empresas da Bolsa sem pagar taxa de corretagem. Abra uma conta na Clear

 

Contato