Pesquisa IEVC

Viagens corporativas aumentam em 2012 e setor registra receita de R$ 32 bi

Nos últimos sete anos, os gastos com viagens corporativas cresceram 80,17%

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em 2012, mais pessoas viajaram a trabalho. As receitas com viagens corporativas cresceram 12,88% em 2012, alcançando R$ 32,31 bilhões, ante os R$ 28,62 bilhões de 2011.

Os dados fazem parte do IEVC (Indicadores Econômicos das Viagens Corporativas) divulgados nesta semana pela ALAGEV (Associação Latino-Americana de Gestores de Eventos e Viagens Corporativas), co-realizado pelo SENAC-SP e com apoio da ABRACORP (Associação Brasileira de Agências de Viagens Corporativas).

Já levando em consideração as receitas dos demais segmentos, como hospedagem, locação de automóveis e alimentação, esse mercado chegou a R$ 61,07 bilhões no ano passado.

Aprenda a investir na bolsa

“Os números confirmam o aumento da participação deste segmento no mercado global de viagens, sendo hoje responsável pela maior parcela das receitas”, ressaltou a presidente da ALAGEV, Viviânne Martins. “É inquestionável o impacto das viagens corporativas na economia do Brasil e na geração de empregos e renda”.

Resultados
O IEVC analisa os gastos com aéreo, hospedagem, locação de automóveis, alimentação, agenciamento e tecnologia. No ranking das receitas, o aéreo lidera com 45,59%, seguido por hospedagem, 34,98%, locação de carros, 7,17%, alimentação, 5,19%, agenciamento, 4,82%, e tecnologia, com 2,25%.

Nos últimos sete anos, os gastos com viagens corporativas cresceram 80,17%. “O momento atual é de forte expectativa quanto à manutenção e ampliação do setor de viagens corporativas. Projeta-se que em 2013 o crescimento se mantenha acima dos 10%”, destaca o professor doutor que coordena o IEVC, Hildemar Brasil.

Empregos
O setor de viagens corporativas registrou 699.839 empregos em 2012, o que corresponde à abertura de 23.133 novos postos de trabalho em relação a 2011. Do total, foram 332.987 empregos diretos e 366.852 indiretos.