Vestibular de estudantes de escolas públicas poderá ser gratuito

Projeto de lei prevê a gratuidade do exame para estudantes carentes egressos de escolas públicas

SÃO PAULO – O vestibular, sem dúvida alguma, faz parte dos objetivos de qualquer estudante, entretanto, a grande concorrência entre as maiores universidades públicas e privadas faz com que o candidato acabe se inscrevendo para diversos processos seletivos.

Contudo, nem sempre é possível se inscrever para diversos vestibulares, principalmente no caso dos alunos recém-formados por escolas públicas, uma vez que as taxas de inscrição para o vestibular, cobradas pelas universidades públicas, são relativamente altas. Para se ter uma idéia, no caso da USP (Universidade de São Paulo), por exemplo, a taxa fica em torno de R$ 55.

Aluno carente teria direito ao vestibular gratuito

Por este motivo, o deputado Eunício Oliveira (PMDB-CE) decidiu ajudar, através de seu projeto de lei, os estudantes que acabaram de sair de escolas públicas a terem maiores chances quanto ao vestibular, podendo participar de diversos processos seletivos em universidades públicas de forma gratuita.

PUBLICIDADE

Oliveira lembra que a maior parte dos estudantes carentes vem de escolas públicas, de forma que é preciso haver um incentivo para que não desistam de concorrer a uma vaga nas escolas públicas de ensino superior.

“As taxas de inscrição nos vestibulares vêm impedindo a continuidade dos estudos de muitos jovens competentes, que teriam todas as condições para ingressar e concluir um curso superior”, afirma Oliveira. Segundo o deputado, essas taxas ferem o artigo 206 da Constituição, que estabelece o ensino gratuito em estabelecimentos oficiais. As informações são da Agência Câmara.