Vai à festa da empresa? Cuidado para não cometer gafes

Use o bom senso durante os eventos da empresa para não acordar arrependido no dia seguinte

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apesar de estarmos em meados de outubro, muitas empresas já começam a pensar na organização a esperada festa de confraternização no final do ano para integrar a equipe em um momento de descontração. Mas não se engane. Seu chefe estará lá, bem como seus colegas e eles podem interpretar erroneamente suas atitudes.

Lembre-se de que, mesmo que o lugar escolhido seja um bar, continua sendo um ambiente de trabalho. Algumas regras são básicas, como não atrasar (15 minutos são tolerados) e não levar convidados que não são funcionários da empresa, a não ser que tenha sido feito um convite explícito. No entanto, há outras regras que não parecem tão claras.

Tudo tem limite

Não se esqueça de não exagerar na comida, na bebida e nas atitudes. Não comprometa sua imagem com palavrões, roupas escandalosas e fofocas.

Aprenda a investir na bolsa

Em primeiro lugar, as mulheres devem evitar decotes e saias, enquanto os homens não podem usar trajes muito formais. Se o local do evento tiver piscina, o ideal é que eles usem camisetas com manga e calças jeans. Já elas podem usar maiô inteiro, mas sem cavas, transparências e decotes grandes.

Na hora de conversar com as pessoas, evite falar mal dos outros, principalmente do chefe, e do trabalho. Use o bom senso. Geralmente, as pessoas temem colegas de trabalho que fofocam por trás.

É uma regra de etiqueta não ficar muito tempo na festa e ela é válida principalmente àqueles que ocupam cargos altos. Por isso, vá embora antes do final da festa.

Amigo secreto

Está na dúvida do que comprar? Pergunte a amigos e colegas próximos da pessoa a ser presenteada quais são suas preferências. Mas não deixe a compra para a última hora, para não correr o risco de escolher um item qualquer.

Por fim, se o presente puder ser estipulado antes do sorteio, não reivindique itens caros, afinal, não sabe a situação financeira da pessoa que irá te tirar. O mais comum é escolher livros, CDs de música ou filmes.