Trabalhadores e empresários têm visões distintas de comprometimento

Enquanto um acredita que cumprir a jornada de trabalho seja suficiente, o outro espera um desempenho inigualável

SÃO PAULO – Funcionários e empregadores costumam ter diferentes visões sobre a postura dos profissionais e sobre o trabalho executado pelos mesmos nas empresas. A noção de comprometimento é uma delas.

Enquanto os trabalhadores acreditam que apenas cumprir a jornada de trabalho e obedecer as ordens dos supervisores seja o suficiente, os empregadores esperam mais. Dedicação integral, novas ideias e um desempenho inigualável são algumas das características que costumam integrar a lista de expectativas das organizações.

Para o advogado trabalhista do escritório Salusse Marangoni Advogados, Marcel Cordeiro, tal visão se deve aos papéis definidos previamente no contrato de trabalho. “No documento fica estipulado como função do empregado disponibilizar sua força de trabalho ao empregador em troca de uma remuneração”, informa.

PUBLICIDADE

Contudo, tal orientação não costuma ser percebida deste mesmo modo pelo empregador. “Ao admitir alguém, o empresário não espera apenas que o funcionário cumpra a jornada e seus comandos, mas que vá além e vista a camisa da empresa”, explica Cordeiro. “O desempenho esperado deve ser superior ao estipulado no contrato de trabalho”, completa.

Empregado x empregador
Para evitar este tipo de diferença no ambiente profissional o ideal é que as necessidades do empregador sejam informadas antecipadamente, especialmente no que diz respeito à postura esperada de um profissional que integra a empresa.

Neste ponto, a headhunter da De Bernt Entschev Human Capital, Ariadne Tomczak, é enfática. “A comunicação é importante. O empresário deve transmitir previamente os valores da empresa ao empregado. Se o contratado não souber quais são as expectativas do empregador, fica difícil exigir qualquer tipo de postura”.

Motivação é fundamental
Para ter o retorno desejado de um trabalhador e tornar o mesmo mais dedicado às atividades da empresa é importante fazer com que o mesmo se sinta reconhecido em seu ambiente de trabalho.

“Uma pessoa dedicada precisa ser reconhecida pela supervisão e ter oportunidades de crescimento dentro da empresa. Ao se sentir recompensado, o funcionário agrega informações ao negócio e não apenas cumpre seu papel e vai embora no fim do expediente”, diz Ariadne.

A motivação dos contratados pode ser incentivada por meio de melhorias salariais, benefícios, promoções, cursos e, principalmente, de oportunidades de crescimento profissional.

PUBLICIDADE

“Esta é uma maneira de manter o trabalhador comprometido com suas atividades dento da empresa, afinal, um empregado satisfeito, que acredita no negócio, produz mais e melhor que os demais”, avalia Ariadne.