Tente não se aborrecer com tarefas desagradáveis e burocráticas

Ir ao banco, organizar o arquivo e colocar a lista de clientes em ordem alfabética são tarefas mais do que comuns

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Recém-contratado pela empresa, logo na sua primeira semana de trabalho, se surpreende com o pedido do seu chefe: “Vamos ter uma reunião daqui a pouco. Você poderia fazer um cafezinho?”. Mas na entrevista de emprego não haviam mencionado cafezinho nenhum!

Pois é, ir ao banco, organizar o arquivo, colocar a lista de clientes em ordem alfabética, ligar para os convidados do evento e checar por que o computador do colega não está funcionando são tarefas mais do que comuns, principalmente quando se está no início da carreira.

Embora a maioria das pessoas enxergue essas tarefas burocráticas e desagradáveis como um desaforo ou um castigo, o fato é que alguém tem que fazê-las e, para quem deseja crescer dentro da empresa ou simplesmente zelar por seu emprego, não é indicado mostrar aborrecimento.

Aprenda a investir na bolsa

É claro que isso depende da forma como a ordem foi dada. “Se for uma tarefa humilhante ou o pedido para realizá-la for feito de forma a degradar o profissional, deve-se conversar com o superior ou a diretoria”, opina o consultor de Carreira da Catho, Renato Waberski.

Como encarar tarefas desagradáveis?

Mas, se não houver humilhação, é importante demonstrar flexibilidade e interesse no crescimento profissional. “Para quem deseja ter futuro dentro da empresa, vale a pena se concentrar na tarefa, sem se deixar levar pelo pensamento de que a tarefa é chata”, recomenda ele.

No entanto, não se esqueça que de nada adiante ficar quieto se você deixar na cara a insatisfação e o aborrecimento. Portanto, antes de sair por aí bufando, lembre-se do bom senso. “Se for necessário, conte até dez. Executar as pequenas tarefas com perfeição é importante para se preparar para tarefas mais importantes futuramente”, garante Waberski. “Todo chefe é obrigado a passar tarefas desagradáveis”, completa.