Superior imediato é maior responsável por retenção de profissionais nas empresas

Segundo estudo, percepção favorável sobre o comportamento da liderança é essencial para garantir vínculo com a empresa

SÃO PAULO – Quando o profissional pensa em sair ou continuar trabalhando em uma companhia, a figura do superior imediato é a que mais impacta na sua decisão, segundo revela pesquisa realizada pelo Hay Group a respeito do assunto.

De acordo com o estudo, a percepção favorável sobre o comportamento da liderança é essencial para garantir o vínculo das pessoas com as empresas, já que é o líder o profissional responsável pelo desenvolvimento direto de sua equipe,  por transmitir ao grupo as possibilidades de desenvolvimento que a companhia oferece.

Papel do líder
A pesquisa do Hay Group procurou combinar análise quantitativa e qualitativa, sendo que, para a primeira parte, foram ouvidas 421 mil pessoas, em 98 empresas, de cargos que vão desde posições operacionais à alta liderança, e para a análise qualitativa, foram entrevistados executivos de RH (Recursos Humanos) de 17 empresas.

PUBLICIDADE

O levantamento apurou que existem, majoritariamente, dois grupos de profissionais: os que pretendem deixar a empresa em até dois anos e aqueles que têm a intenção de permanecer por mais de cinco anos na companhia.

Entre os últimos, 60% acreditam que o superior imediato auxilia o seu desempenho e 73% o enxergam como um incentivador na busca por desafios. Já no grupo dos que desejam sair da empresa mais rapidamente, estes percentuais caem para 28% e 43%, nesta ordem.

Retenção
Além da liderança, o estudo mostra que outros fatores influenciam a vontade do profissional de querer continuar na empresa. São eles: oportunidades de desenvolvimento, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, percepção de suporte e remuneração tangível.

Ter uma boa estrutura e processos também é importante na tarefa de reter profissionais. Contudo, 84% das empresas não possuem programas estruturados de retenção e, das que possuem, 71% focam no curto prazo.