AO VIVO Como interpretar os gráficos através da análise técnica, começando do zero

Como interpretar os gráficos através da análise técnica, começando do zero

Quer investir em uma língua estrangeira? Mandarim pode ser uma boa opção

Nos Estados Unidos, 42% dos empregadores esperam que seus colaboradores falem mandarim em dez anos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Já é consenso que ter fluência em um idioma estrangeiro agrega pontos e aumenta as oportunidades no mercado de trabalho. Entretanto, segundo a headhunter da De Bernt Entschev Human Capital, Cristina Reininger, hoje, falar inglês e espanhol já não é considerado um diferencial, uma vez que tais línguas já são requisitos básicos na maior parte das empresas.

Diante disso, diz ela, uma boa opção para quem quer utilizar o idioma como diferencial na busca por uma colocação no disputado mercado de trabalho pode ser falar mandarim. “A tendência é que a procura por profissionais que falem o mandarim cresça, por conta da rápida evolução da economia chinesa”, explica.

Ainda segundo Cristina, atualmente, o mandarim já é exigido por multinacionais que estão abrindo operações na China, sobretudo aos profissionais contratados para estruturação do negócio.

Aprenda a investir na bolsa

“As empresas querem alguém que aproxime o negócio da cultura, por isso, é importante que o profissional responsável pela estruturação saiba falar o mandarim, visto que a língua pode ser uma barreira”.

Importância
Para se ter uma ideia da importância do mandarim no mercado de trabalho nos próximos anos, um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa da Universidade de Phoenix aponta que 42% dos empregadores nos Estados Unidos esperam que seus colaboradores falem mandarim em dez anos.

No que diz respeito aos trabalhadores, 80% acreditam se tornar proficientes em mandarim no mesmo período. O estudo, conforme publicado no Wall Street Journal, mostra ainda que, em três anos, a matrícula na faculdade de mandarim cresceu 18%, enquanto a de espanhol, por exemplo, subiu 5%.

Para quem deseja investir, o custo médio de um curso de cinco anos é de aproximadamente R$ 24 mil, segundo informa a escola de idiomas Outliers, sendo que, no mandarim, o aluno irá aprender mais fácil e rapidamente falar do que escrever, já que a escrita no idioma demanda bastante esforço e dedicação, pois os ideogramas são memorizados praticamente um a um.