Descubra!

Por que Petrobras está na lista de empresas dos sonhos dos universitários

“Independentemente da crise que essa empresa enfrenta, ainda sim, é referência”, afirma especialista

SÃO PAULO – Em meio à crise, com o desenrolar da Operação Lava Jato, muitas empresas bem estruturadas e consolidadas no mercado como Petrobras e Odebrecht se tornaram o centro das atenções por casos de corrupção. No entanto, quando os jovens universitários e recém-formados pensam em suas empresas dos sonhos, a estatal e a empreiteira aparecem no top 10 da lista. O resultado vem da pesquisa realizada pela Companhia de Talentos, em abril desde ano.

Por que os profissionais que estão iniciando a carreira agora, mesmo sabendo da reputação institucional de empresas como as citadas, ainda sonham em trabalhar lá? “Penso que essa geração mais nova tem uma relação diferente com o trabalho”, afirmou a consultora de carreira Ana Lisboa. Segundo ela, os jovens ingressantes no mercado de trabalho buscam por qualidade de vida e interesse próprio e arriscar trabalhar em empresas grandes no início de carreira é uma opção considerável.

“Independentemente das crises que essas empresas enfrentam, ainda sim, são referência”, complementa Eliseu Ordakowski, consultor de carreira sênior. Ele explica que a Petrobras e Odebrecht e outras grandes que estão envolvidas em polêmicas, apesar de tudo, são bem estruturadas, têm visibilidade, alta tecnologia e ferramentas de ponta. Então para se iniciar a carreira podem ser uma boa escolha.

PUBLICIDADE

Além disso, para Ana Lisboa, essa geração mais nova não se prende naquilo que faz e trocar de trabalho, caso não dê certo, não é um problema. “Eles estão interessados no retorno momentâneo, ainda mais no início da carreira”, afirma.

Sobre a reputação institucional das empresas, os especialistas concordam entre si. Para eles, a imagem da empresa vira uma questão delicada dependendo do cargo que o jovem irá atuar. Como geralmente iniciam em posições mais operacionais e não de gestão, o envolvimento com o alto escalão das empresas é baixo, logo não afeta a imagem profissional da pessoa.

Para quem trabalha ou trabalhou nestas empresas, os especialistas ponderam que tudo depende do seu envolvimento profissional e conduta dentro da companhia. “O contratante de um próximo emprego não vai querer alguém que tenha problemas de ética, ou que ele desconfie que possa vir a ter”, afirmou Ordakowski.

Empresas como as citadas geram interesse primeiramente por seu renome no mercado. Assim, o consultor explica que é importante pensar no que a companhia agrega para a pessoa e qual será o aprendizado obtido na experiência. “Além disso, tenha expectativa sobre o que você vai aprender na empresa, pense longo prazo dos frutos que vão render a partir dessa escolha de agora. Qual a demanda que será exigida de um profissional com as suas qualidades no futuro? ”, orienta Ordakowski.

Para Lisboa, iniciar a carreira em empresas como a Petrobras e Odebrecht é uma boa opção “para desenvolver as habilidades profissionais na carreira e aplica-las na prática”, finaliza o consultor.