Pontos a analisar antes de pedir demissão e ir trabalhar na empresa concorrente

O profissional deve perceber se terá novos desafios quando mudar para a outra empresa e se assumirá atividades desejadas

SÃO PAULO – Imagine que você trabalha em uma empresa e, de repente, percebe que tem a possibilidade de ir para a concorrente. De acordo com a gerente de desenvolvimento organizacional da Caliper, Alessandra dos Santos Moura, antes de decidir, o profissional deve analisar alguns pontos.

“O fato de ser a concorrente não tem peso na decisão, mas a perspectiva de crescimento. O profissional deve analisar se terá novos desafios quando mudar para a outra empresa e se assumirá atividades desejadas”, disse.

Informação x potencial

Outro ponto a ser observado é se a empresa
está fazendo a contratação por causa de informações importantes que deseja obter da companhia em que trabalha. “Lembre-se sempre de que o profissional deve ter ética, acima de tudo”.

PUBLICIDADE

Por isso, é muito importante avaliar a proposta para ver se o interesse da empresa está realmente em seu potencial e competência. Deixe claro que não levará segredos e que não dará informações para a concorrente.

Esclarecimentos

Para Alessandra, é importante que a empresa atual saiba que o profissional está com a possibilidade de ir trabalhar na concorrente, mas no momento certo. Não faça o anúncio sem que a proposta da outra empresa tenha sido feita legalmente, ou poderá perder duas oportunidades ao mesmo tempo.

Abra o jogo para a companhia em que trabalha, mas deixando uma porta aberta. De que forma fazer isso? A consultora aconselha aos profissionais que digam realmente quais são seus objetivos, ao escolher a concorrente.

“Fale da necessidade pessoal ou profissional, mas sem criticar a empresa em que se encontra, para não deixar a situação ainda mais delicada”.