Para 38% dos paulistanos, crise global trará desemprego para o Brasil

Medo de perder o emprego se reduz na medida em que aumenta a renda do entrevistado na pesquisa

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para 38% dos paulistanos, a crise financeira global acarretará desemprego no Brasil. A conclusão é de pesquisa realizada pela Fecomercio (Federação do Comércio do Estado de São Paulo).

O estudo, divulgado nesta terça-feira (28), concluiu ainda que o medo de perder o emprego se reduz na medida em que aumenta a renda do entrevistado.

Ainda para 81% dos paulistanos, o Brasil não escapará da turbulência mundial, cujos efeitos mais negativos já aparecem de forma clara nos Estados Unidos e na Europa.

Medo do desemprego

Aprenda a investir na bolsa

As mulheres são as que mais citam o desemprego como uma conseqüência da crise no Brasil, com 41%, ante os homens, com 35%.

No geral, os entrevistados com idades entre 18 e 34 anos também são mais receosos, com 41% apontando para o aumento do desemprego. O percentual entre aqueles com mais de 35 anos é de 36%.

Observe mais resultados da pesquisa da Fecomercio-SP, realizada no dia 14 de outubro, com 1.116 paulistanos, nas tabelas abaixo:

Qual o seu maior medo em relação aos efeitos da crise?
TotalHomensMulheres
Desemprego38%35%41%
Inflação36%36%37%
Perda do poder de compra10%13%7%
Falta de crédito5%6%5%
Endividamento8%8%9%
Não sabe/ não respondeu2%2%1%

Fonte: Fecomercio-SP

Qual o seu maior medo em relação aos efeitos da crise?
De 18 até 34 anosMais de 35 anosRenda de até 3 salários mínimosEntre 3 e 10 salários mínimosMais de 10 salários mínimos
Desemprego41%36%48%36%27%
Inflação34%39%35%36%44%
Perda do poder de compra9%10%4%13%12%
Falta de crédito7%4%2%6%9%
Endividamento9%8%9%9%7%
Não sabe/ não respondeu1%2%2%2%2%

Fonte: Fecomercio-SP