RADAR INFOMONEY AO VIVO Império X, de Eike Batista, volta ao radar, com OSX subindo até 67% com fim da RJ; mas as ações têm futuro?

Império X, de Eike Batista, volta ao radar, com OSX subindo até 67% com fim da RJ; mas as ações têm futuro?

Inspiração

O que 5 pessoas bem-sucedidas nos negócios aprenderam no primeiro emprego

Nas últimas semanas, o LinkedIn perguntou à empresários, CEOs e executivos sobre o que aprenderam em seus primeiros empregos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Criar aves, vender árvores de Natal, trabalhar numa sorveteria e ser demitido no primeiro dia de trabalho. Essas experiências podem soar não tão glamourosas quanto qualquer um esperava ver em um currículo de sucesso. Mas foram elas que ajudaram a formar algumas das pessoas mais bem-sucedidas no mundo dos negócios, como o megaempresário Richard Branson.

Nas últimas semanas, o LinkedIn perguntou a empresários, CEOs e executivos sobre o que aprenderam em seus primeiros empregos. Confira abaixo algumas dessas histórias inspiradoras:

Richard Branson, fundador da Virgin Group
Diferente de muitas pessoas, o fundador da Virgin Group nunca teve um chefe. Aos 11 anos, Branson decidiu que era hora de começar seu próprio negócio e viu na criação de periquitos essa oportunidade. Ele percebeu que as aves eram muito populares entre as crianças, mas não contou com a rapidez da procriação da espécie. “Eles se multiplicavam mais rápido do que poderia vender e as férias escolares estavam chegando ao fim.”

Aprenda a investir na bolsa

Após a primeira experiência, Branson tentou vender árvores de Natal, mas os coelhos acabaram comendo todas as mudas. “Apesar dos contratempos, meu apetite pela vida empreendedora não foi saciada. Felizmente, a próxima aventura foi muito melhor realizada e surgiu, a partir de então, a Virgin Records”, disse. Quarenta anos depois, a Virgin Group em mais de 100 empresas e cerca de 60 mil funcionários em 50 países. “Se não fosse por esses primeiros fracassos, os sucessos futuros nunca teriam acontecido”, concluiu Branson.

Jon Steinberg, presidente do site BuzzFeed

Jon Steinberg - buzzfeed

Aos 15 anos, Steinberg já tinha inúmeros empregos de verão: trabalhou em uma sorveteria, em lojas de restauração e de roupas, junto à sua irmã Sarah. “Essas são apenas algumas experiências que me lembro ter feito durante minha adolescência. Eu realizava esses trabalhos estressantes porque era forçado a me preparar para o futuro, mas no final, eles me ensinaram lições sobre negócios que me ajudaram ao longo da minha vida.”

Steve Blank, acadêmico e empreendedor

Steve Blank

PUBLICIDADE

Um dos maiores expoentes do Vale do Silício, tanto como empreendedor quanto professor, não tem boas recordações do primeiro emprego. Contratado como técnico de laboratório na ESL, foi demitido no mesmo dia em que ingressou no trabalho.

“Fui recebido por um gerente que disse: ‘nós tentamos falar com você na última semana. O gerente do departamento que te contratou não estava autorizado para isso e ele foi demitido. Lamento’”, lembrou Blank. “Prendi a respiração, pensei por um minuto e disse: ‘eu não poderia falar com o novo gerente? Eu poderia trabalhar aqui se ele me contratasse?”. O resultado? Ele acabou conseguindo outro emprego, como instrutor de treinamento.

Gary Vaynerchuk, CEO e co-fundador da VaynerMedia

Gary Vaynerchuk

Assim como Branson, Vaynerchuk também descobriu-se empreendedor na infância. Quando tinha cinco anos começou a vender tulipas. O negócio tinha tudo para dar certo, a não ser por um detalhe: elas eram arrancadas do jardim do vizinho. “Meu primeiro emprego foi um excelente treinamento para minha carreira. Só que eu me tornei um empresário dramaticamente honesto.”

Steve Tappin, CEO da Xinfu e fundador do WorldOfCEOs.com

Steve Tappin

Quando ainda estava na escola, Tappin conseguiu um emprego na área de serviços de limpeza na ICI, na Inglaterra. “Isso envolvia deixar o chão impecável”, lembra o executivo. Anos depois, Tappin voltou a trabalhar na empresa, só que como um profissional formado. “Foi lá que eu aprendi a encontrar a melhor maneira de conduzir as maiores empresas do mundo.”

PUBLICIDADE

Whitney Johnson, palestrante e co-fundadora da Rose Park Advisors

Whitney Johnson

Aos 12 anos, Whitney conseguiu seu primeiro emprego como babá. Além desse trabalho, a executiva passou por muitos outros, como atendente em uma hamburgueria, até conseguir um trabalho em Wall Street, quando se mudou para Nova York. “Eu nunca tinha posto os pés em uma empresa de contabilidade ou de finanças, então comecei como secretária.”