Em carreira

9 dicas para aprender inglês com filmes e séries

Breaking Bad, House of Cards e Mad Men são as séries favoritas dos brasileiros para estudar inglês

House of Cards
(Facebook)

SÃO PAULO – Assistir filmes e séries estrangeiras com o objetivo de aprimorar o inglês é uma estratégia já conhecida de estudantes da língua. Segundo uma pesquisa da Pearson, Breaking Bad, House of Cards e Mad Men são as séries que os brasileiros mais gostam de assistir com o objetivo de aprender inglês.

Entre os filmes, os destaques são para X-Men e as sagas de Harry Potter e Senhor dos Anéis. As músicas também são usadas para aprender inglês, e quase metade dos entrevistados disseram usar canções dos Beatles para isso.

Esse método “caseiro”, se levado a sério, pode levar aos mais interessados a fluência em inglês até 12 vezes mais rápido do que estudando em escolas tradicionais, segundo Kevin Porter, diretor da escola de idiomas online ESF Inglês.

“A maioria dos cursos não tem como objetivo ensinar o que a pessoa realmente precisa aprender. Não precisamos saber todas as 15 mil palavras da língua inglesa se um nativo usa apenas 800 a 1000 palavras no dia a dia”, afirma Porter.

O executivo dá 5 dicas para quem quer praticar inglês no sofá da sala. Veja:

1 – Escolha uma série ou filme com gênero que você conheça
Gírias locais podem ou não agregar ao seu vocabulário. Por mais que você goste daquele ator, se ele interpreta uma personagem em um contexto ou cultura diferente, você vai ficar mais assustado com a língua do que aprender ela.

2 – Adeus à legenda
Não estamos falando do dublado. O importante é que você evite os filmes com legendas em português. Seu cérebro vai direto para as “letrinhas” sem considerar o áudio, e vai fazer isso de forma tão natural que você só vai prestar atenção mesmo lá no meio do filme, quando também percebe que não aprendeu uma palavra sequer.

3 – Para quem não entende coisa alguma
Comece assistindo a filmes curtos, de 5 a 15 minutos. Eles são mais simples e você não precisa manter a atenção na língua por um período de duas horas, como em um filme.

Veja receitas, documentários, desenhos, noticiários e vídeos sobre coisas do que você gosta. Religião é um assunto interessante, por exemplo. Palavras importantes como "perdão" e "fé", que com certeza estarão nos vídeos, são palavras usadas diariamente no vocabulário de um nativo.

Depois de ler essas dicas, escolha o lugar preferido de casa para assistir ao seu filme ou série, pegue papel e caneta e siga essas instruções:

4 – Faça uma sinopse
Escreva um resumo em inglês do episódio que assistiu. Se o seu vocabulário ainda está um pouco “enferrujado”, não desanime. Escreva uma ou duas frases lembrando daquilo que você assistiu. Lembre-se que os melhores insights podem vir das anotações que você faz durante o filme. Você também pode assistir ao episódio e, depois, colocá-lo mais uma vez para fazer as anotações.

 5 – Faça uma descrição das personagens
Analise o perfil, quais são os papéis de cada um, o que fazem, como são fisicamente. Use sua imaginação para escrever.

 6 – Entenda os temidos “phrasal verbs” e as expressões idiomáticas
O “phrasal verb” é um conjunto de duas a três palavras, geralmente verbo + preposição ou verbo + advérbio, que não fazem nenhum sentido ao pé da letra, mas juntos, funcionam como um verbo diferente.

 Eles estão sempre sendo atualizados na linguagem coloquial entre os nativos. Por isso, a maneira mais fácil de aprender não só quais são os “phrasal verbs” mais usados nas conversações, mas também como aplicá-los, é assistindo aos seus filmes e séries favoritos. Preste atenção em cada um deles e anote sempre que perceber quando alguma personagem falou um “phrasal verb”.

O mesmo vale para as expressões idiomáticas, que são aqueles termos ou frases que não fazem sentido algum, mas que culturalmente, usamos quando queremos dar significado às coisas. “Acertar na mosca”, por exemplo, em português, significa que a pessoa acertou a resposta rápido ou de forma muito certeira. Em inglês, isso seria “to hit the nail on the head”, que traduzindo, é “acertar o prego na cabeça”.

 7 – Amplie o seu vocabulário
Ao longo do dia, ligue a televisão por cinco minutos em um canal que você não está acostumado a assistir e preste atenção no que estão dizendo. Em pouco tempo, você vai perceber que consegue entender mais claramente o assunto e ainda aprenderá novas palavras.

 8 – Entendendo a gramática
Preste atenção nos verbos e nas construções de frases das personagens. Pause o que está assistindo e faça um teste consigo mesmo: como construir a frase diferente? Como conjugar esse verbo?

 Na frase “I have a green car”, por exemplo, a palavra “green” vem antes de “car”. Assim, você pode nunca aprender qual é o adjetivo e qual é o substantivo, mas você deve, sim, deduzir que a descrição vem antes do objeto.

 9 – Head, red e read: a famosa pronúncia
Por mais que o inglês esteja correto, se as palavras não forem pronunciadas da forma certa, os nativos não vão entender. Ao assistir ao filme ou série, preste atenção na entonação das personagens, mesmo que isso signifique assistir a mais de uma vez.

 Se falar “rap” com o sotaque português para um norte-americano, ele vai entender “happy” ou seja, “feliz”. Isso porque para os nativos, o R português é mais como o H inglês e está sempre no fim das palavras que terminam com uma letra fechada.

 A pronúncia, na conversação, é um dos pontos mais importantes para você se tornar fluente rápido. A comunicação não se limita às palavras, mas engloba o tom, a entonação e a ênfase que você dá.

 

Contato