Emprego

Não foi contratado? Saiba qual pode ter sido o motivo

Normalmente, a razão é por terem contratado outra pessoa, com um perfil mais forte e adequado ao que procuravam, ou por terem cancelado a vaga - em geral, são motivos internos que não tomamos conhecimento

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Quando estamos à procura de um novo emprego podemos nos surpreender quando, após certo número de entrevistas, somos dispensados sem grandes explicações.

Normalmente, a razão é por terem contratado outra pessoa, com um perfil mais forte e adequado ao que procuravam, ou por terem cancelado a vaga – em geral, são motivos internos que não tomamos conhecimento.

Para entender melhor o que acontece nessas situações, o Market Watch listou algumas das razões que explicam o porquê você não foi contratado naquela empresa. Confira:

PUBLICIDADE

O orçamento para a posição não foi aprovado
Pode acontecer de, por uma razão ou outra, o orçamento se torne muito alto para a empresa e ela é levada a cancelar a requisição de um novo funcionário. Mesmo que o salário para uma nova contratação tenha sido aprovado antes de a posição ser postada, essa decisão pode ser revertida.

Se você se candidata a uma vaga de emprego no início do ano e não têm mais notícias do entrevistador, da própria empresa ou do andamento da vaga, espere – pode ser que a vaga seja reaberta após o primeiro trimestre do ano, após apertarem o orçamento e se alinharem às metas financeiras da empresa.

Alguém era um candidato mais forte
Você pode ser um candidato proeminente, mas pode ser que outra pessoa tenha se alinhado ao que a empresa estava procurando – ou até mesmo o perfil de vaga tenha sido alterado ao longo das entrevistas.

Talvez também tenha ocorrido um choque cultural; não importa o quão bom você é, com algum supervisor ou empresa você não se dará bem. “O supervisor pode saber algo sobre o emprego que não se relaciona com suas qualificações. Contratar ou não você não é só uma questão de ter as habilidades para o trabalho, é também uma de se encaixar bem em certa posição, com certo chefe, certa cultura e a empresa em particular”, explica Alison Green, autor do blog Ask a Manager.

Por fim, outro candidato pode ter vantagens em um nível pessoal, como ter frequentado a mesma faculdade que o entrevistador ou já ser um conhecido. Esses são pontos a serem considerados quando estão em dúvida entre dois candidatos.

Uma reestruturação eliminou a posição
Qualquer agitação em uma empresa pode prejudicar ou atrasar a contratação. Por exemplo, talvez a empresa esteja em um processo de ser vendida e o novo dono prefere levar as coisas em outra direção, talvez esteja se fundindo a outra empresa e, assim, existe a sobreposição de vagas, ou um funcionário atual é movido para o novo cargo para não ser demitido.

PUBLICIDADE

Seguindo a mesma linha, uma troca na gestão – seja do supervisor da vaga ou de algum executivo – pode levar à queda da posição.

Um membro da equipe deu bandeira vermelha
As pequenas coisas podem garantir-lhe ou arruinarem sua oferta de emprego, como contar algo muito pessoal ou até mesmo perguntar as horas.

Além disso, é comum que os entrevistadores pesquisem sobre você na internet e nas redes sociais, para saber se alguma questão os intriga – fotos e comentários podem fazê-los pensar duas vezes se você é o candidato certo para a vaga.

Políticas entraram em jogo
É frequente que algum executivo sênior de alto nível tenha influenciado a decisão do supervisor da vaga, sugerindo que ele entrevistasse ou escolhesse outra pessoa, mesmo que a vaga já tenha sido prometida a você. É um caso em que o supervisor deve defender por que acredita que você é o certo para a vaga.

O supervisor está sobrecarregado
Frequentemente, quanto mais urgente é a contratação de um novo colaborador, menor é a prioridade do supervisor de encontrar alguém. Quando ele está carregado de trabalho extra, a contratação geralmente vai para o final da lista de prioridades – o que, em longo prazo, pode a prejudicar também.

Você foi o primeiro entrevistado
Se você está entre os primeiros que foram entrevistados em um longo processo de contratação, onde diversos candidatos são considerados, você pode não ser lembrado tão bem quanto algum entrevistado mais tarde. Mesmo que você tenha recebido uma resposta positiva durante a entrevista, um novo candidato pode aparecer e ganhar o foco.

Além disso, a não ser que você tenha um diferencial que ninguém mais pode oferecer à empresa, pode não ser bom ser a pessoa com a qual compararão os outros candidatos.

A posição foi preenchida internamente
É uma situação nem um pouco agradável, mas que frequentemente acontece. Embora o entrevistador tenha lhe dado esperança, a empresa já planejava dar o emprego para um atual funcionário da empresa e abriu o processo seletivo apenas por ser a política da empresa.