Não há vagas

Multinacional coloca fim a programa de trainees por considerar candidatos imaturos

Fabricante holandesa de químicos acredita que jovens recém-formados não estão prontos para a complexidade da gestão industrial

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O início de ano é ideal para quem está procurando uma vaga de trainee em grandes empresas. Porém, aqueles que querem trabalhar para a AkzoNobel, fabricante holandesa de químicos, terão que entrar na empresa pela seleção normal. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, a companhia optou por acabar com o seu programa de trainee. O motivo: os candidatos que estão se formando nas universidades não estão preparados o suficiente para o mercado.

De acordo com a publicação, há dois anos, o grupo presente em 80 países optou por abolir seu programa de trainnes e, no lugar, abraçou um projeto que vinha sendo gestado em sua subsidiária brasileira, e que consiste em buscar profissionais entre jovens com cinco, seis ou sete anos de vivência mercadológica, com uma pós-graduação ou um MBA no currículo e, impreterivelmente, escolados em negociações internacionais.

Quem tiver interesse em participar do processo, as inscrições para edição 2015 do Programa vão até 10 de março e podem ser realizadas no link http://www.akzonobel.com/careers/ftmp.

PUBLICIDADE