MPEs foram responsáveis por 78% das vagas geradas em julho

De acordo com o levantamento do Sebrae, no mês passado, os pequenos negócios geraram 107,9 mil vagas

SÃO PAULO – As MPEs (Micro e Pequenas Empresas) foram responsáveis pela criação de 78% dos postos de trabalho criados em julho, ou seja, 109,5 mil vagas, segundo revela um balanço realizado pelo Sebrae, com base em dados do Caged (Cadastro de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego.

As empresas com até quatro pessoas foram responsáveis por 107,9 mil dos postos de trabalho, o que representa cerca de 98% das oportunidades nas MPEs.

No acumulado do ano, as MPEs são responsáveis por 71% do total de empregos registrados no Brasil. No mesmo período do ano passado, o indicador era de 68%. Até julho deste ano, os pequenos negócios criaram 1,004 milhão de postos.

PUBLICIDADE

“O dinamismo econômico do nosso País, com destaque para a distribuição de renda, favorece um processo que se retroalimenta, impulsionando os negócios e as oportunidades de trabalho”, afirma o diretor-técnico do Sebrae, Carlos Alberto dos Santos, segundo a Agência Sebrae.

Setores
Na análise dos setores, os dados revelam que, no sétimo mês do ano, as empresas de comércio e de serviços foram as que mais contrataram. Elas admitiram, respectivamente, 17,9% e 28,3% do total de novos empregados.

Os pequenos negócios do segmento da construção civil e da indústria de transformação geraram 13,1% e 11,1% dos postos formais de trabalho. Já a agricultura criou 6,4% dos novos empregos, seguida pela indústria extrativa mineral, com 0,7%, e por serviços industriais de utilidade pública, com 0,3%.

De acordo com o diretor do Sebrae, em países de “economia madura”, verifica-se crescimento mais acentuado, em princípio, no setor primário e, em seguida, no secundário. “O Brasil já passou por isso e agora crescem as oportunidades no comércio e nos serviços, a exemplo de países de alta renda”, diz.

Ele acrescenta ainda que o desafio está em aumentar a produtividade média das empresas de pequeno porte e, com isso, melhorar o nível salarial de seus empregados.