Mercado de estágios será promissor este ano, diz especialista

Segundo Portal Estagiários.com, a previsão é que o número de estágios ofertados seja superior ao do ano passado

SÃO PAULO – O mercado de trabalho para estagiários será positivo em 2012. Ao menos é o que afirma o diretor do Portal Estagiários.com, Giuliano Bortoluci.

Segundo ele, 2012 será promissor, com grandes chances para que os estudantes consigam uma oportunidade de emprego. A expectativa é que o número de contratações para este ano seja superior ao de 2011. 

“No ano passado, constatamos um aumento de 20% no número de contratações de estagiários, em comparação com o ano anterior”, explica.

PUBLICIDADE

Áreas que mais contratarão
O mercado positivo para estágios no País pode ser explicado pelos investimentos e construções decorrentes dos eventos esportivos que acontecerão nos próximos anos, a Copa do Mundo e Olimpíada.

Devido a este cenário, as áreas que mais contratarão estagiários são Engenharia, Técnico de Segurança do Trabalho, Direito, Propaganda e Marketing, Relações Internacionais e Administração.

Além disso, surgirão vagas ofertadas por profissionais liberais, como advogados, dentistas, contabilistas, entre outros. A contratação de estagiários por estes profissionais é assegurado por lei.

“Estes profissionais, além de precisarem de mão de obra, são fundamentais para contribuir para a formação do futuro profissional, que busca o providencial estágio para complementar as aulas da faculdade e aprender, na prática, o que vivencia na teoria”, afirma Bortoluci.

Hora de arrumar o currículo
Com tantas oportunidades disponíveis, está na hora de arrumar o currículo. As vagas já foram traçadas pelas empresas no final do ano, pois é agora, no início de 2012, que começam os processos seletivos.

“Organize seu currículo, acrescente as informações adicionais, cursos complementares e invista em uma boa apresentação para o seu currículo”, finaliza.

PUBLICIDADE

Em relação ao valor da bolsa-auxílio, a previsão é que se mantenham os valores do ano passado. Segundo o especialista, os valores médios variavam de R$ 550 para os cursos de nível médio a R$ 850 para os de nível superior.