Medo do desemprego diminui e índice atinge o menor patamar da série

Entre setembro e dezembro, o medo do desemprego registrou queda de 8,4%, o que fez com que o índice atingisse 85,5 pontos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O brasileiro está com menos medo de perder o emprego, segundo aponta o Índice de Medo do Desemprego calculado pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) e divulgado nesta sexta-feira (18).

Entre setembro e dezembro, o medo do desemprego registrou queda de 8,4%, o que fez com que o índice atingisse 85,5 pontos, o menor patamar de toda a série histórica.

“O índice caiu porque o brasileiro está vendo que os impactos da crise foram menores do que o esperado e também porque o mercado de trabalho voltou a ser empregador”, disse o economista da CNI, Marcelo Souza Azevedo.

Aprenda a investir na bolsa

Muito ou pouco medo
Ainda de acordo com o estudo, o percentual de pessoas que disse não estar com medo do desemprego foi de 50% em dezembro, o maior percentual de toda a série. O número é cinco pontos percentuais menor do que o apurado na pesquisa anterior, em setembro deste ano, de 45%.

Já os que afirmaram estar com medo do desemprego e os que responderam estar com um pouco de medo corresponderam a 19% e 31% dos entrevistados, respectivamente. No nono mês de 2009, estes percentuais eram de 21% e 34%, nesta ordem.

Desde março deste ano, quando o índice havia subido em razão da percepção dos efeitos da crise, a queda do índice é de 12%. Em relação ao mesmo período do ano passado, o recuo é de 4,1%.

Sobre a pesquisa
O levantamento da CNI é feito trimestralmente a partir de pesquisa de opinião pública de abrangência nacional. O atual estudo foi feito com 2.002 pessoas com mais de 16 anos em 143 municípios, entre 26 e 30 de novembro.