MEC levará Universidade Aberta do Brasil ao Japão para capacitar professores

Profissionais serão melhor preparados para ajudar crianças brasileiras a se adaptarem ao sistema escolar japonês

SÃO PAULO – A Universidade Aberta do Brasil (UAB), programa de ensino a distância da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), chegará aos brasileiros radicados no Japão em 2007, para capacitar professores bilíngües e facilitar educação das nossas crianças nas escolas de lá.

A iniciativa é da Secretaria de Educação a Distância do MEC (Ministério da Educação). Uma extensão da UFMT será instalada em Nagóia, cidade que concentra o maior número de brasileiros (chamados de dekasseguis por lá), em parceria com uma faculdade local a ser escolhida.

Educação de crianças brasileiras

A UAB deverá funcionar nos mesmos moldes dos outros pólos da universidade mato-grossense no País: atividades presenciais e equipes próprias, devidamente treinadas e especializadas.

PUBLICIDADE

O objetivo é capacitar cerca de 200 professores, de 100 escolas públicas japonesas, que tenham domínio em português e japonês para que alunos brasileiros consigam se adaptar melhor ao complexo sistema de ensino local.

Assim, além de ser benéfico para os profissionais, o projeto deverá contribuir tanto para a formação das crianças durante a estadia quanto para a volta às escolas do Brasil.