Educação

Maioria dos executivos de franqueadoras cursou Ensino Superior completo

Segundo os dados da pesquisa, 54,5% têm o Ensino Superior completo e 33,3% fizeram pós-graduação ou MBA no Brasil

SÃO PAULO – O sistema de franchising brasileiro está mais profissionalizado. Um levantamento realizado pela consuloria Vecchi Ancona revelou que mais de 90% dos executivos responsáveis pelas franqueadoras cursaram o Ensino Superior.

Segundo os dados, 54,5% têm o Ensino Superior completo, 33,3% fizeram pós-graduação ou MBA no Brasil e 3% cursaram pós-graduação ou MBA no exterior. Apenas 9,1% disseram ter até o Ensino Médio completo.

Para a consultoria, estas dados são surpreendentes, ao considerar que uma parcela significativa das redes de franquias surgiu de negócios próprios de comércio, em que não necessariamente existe a obrigatoriedade de alta formação.

PUBLICIDADE

Com estes resultados, é possível afirmar que os responsáveis por gerenciar uma rede de franquia estão conscientes de que o trabalho exige competências mais complexas do que gerenciar suas unidades próprias.

Os executivos também disseram que têm conhecimentos em outros idiomas, sendo 66,7% em mais uma língua, além do português. Outros 28,8% e 3% informaram que ter habilidades linguísticas em mais de dois e três idiomas, respectivamente, enquanto 1,5% em mais de quatro.

Investimento pela empresa
A pesquisa revelou ainda que 90% dos entrevistados disseram que a empresa investe em sua qualificação/atualização profissional, assim como a da equipe.

Entre os cursos que as empresas investem, destacam-se os de gestão e de franchising (68,3%) e os de especialização de curta duração (51,7%). Foram apontados ainda cursos a distância (25%), MBA ou pós-graduação (23,3%) e cursos no exterior (6,7%).

Para a Vecchi Ancona, este número é expressivo, pois mostra uma mudança significativa em relação a uma década atrás, quando se acreditava que um contrato rigoroso e manuais operacionais fossem suficientes para garantir um bom padrão de desempenho à rede.

Análise por gênero e idade
Ao analisar os executivos que atuam nas franquias, o levantamento mostra que a participação das mulheres em cargos de direção é de apenas 21,2%, contra 78,8% dos homens. 

PUBLICIDADE

Por faixa etária, nota-se que 40,9% têm entre 25 e 39 anos, enquanto 54,6% têm entre 40 e 54 anos. Apenas 4,5% têm entre 55 e 60 anos.

Sobre a pesquisa
O estudo foi realizado no mês de junho, com 85 empresas franqueadoras filiadas à ABF (Associação Brasileira de Franchising). Entre os entrevistados, 58% são sócios/proprietários do negócios e 42% são seus principais executivos.