Mercado de trabalho

Indicador de Desemprego recua 1,1% em dezembro, apurou a FGV

Resultado negativo não foi suficiente para reverter a tendência de alta observada nos meses anteriores

arrow_forwardMais sobre

O Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) caiu 1,1% em dezembro ante novembro, para 73,6 pontos, considerando os dados ajustados sazonalmente. Foi a primeira queda do indicador em nove meses, ressaltou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

Em novembro, o ICD cresceu 3,0%. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o resultado negativo não foi suficiente para reverter a tendência de alta observada nos meses anteriores. “Após alguns meses de piora no mercado de trabalho, a ligeira queda do ICD em dezembro deve ser tomada com alguma cautela”, destacou Sarah Lima, economista da FGV/IBRE, em nota.

O ICD é construído a partir dos dados desagregados, em quatro classes de renda familiar, da pergunta da Sondagem do Consumidor que procura captar a percepção das famílias sobre a situação presente do mercado de trabalho.

PUBLICIDADE