Há males que vêm para o bem: conflito pode gerar crescimento profissional

Isso porque, com eles, a pessoa aprende que é importante se expor, entender seus sentimentos e agir em tempos de crise

SÃO PAULO – Fracasso de projetos importantes, briga de ego entre funcionários, queda de produtividade e motivação da equipe, além de perda de clientes, negócios e talentos. A lista dos pontos negativos que os conflitos trazem ao ambiente de trabalho é enorme. O que muitas pessoas não refletem é sobre como podem crescer profissionalmente com eles.

De acordo com a Fellipelli, empresa que realizou pesquisa sobre os conflitos e concluiu que os brasileiros perdem 11,4 dias por ano com eles, é possível tornar as brigas uma ferramenta de crescimento profissional. Para isso, porém, ela indica que a pessoa seja transparente.

É importante compartilhar o pensamento com toda a equipe. Se possível, divida também seus sentimentos. Assim, certos desconfortos podem ser atenuados.

Outras dicas

PUBLICIDADE

Além de ser transparente, a empresa indica que a pessoa sempre pratique conversas difíceis, de maneira construtiva. Afinal, cada conflito traz uma oportunidade de provocar mudanças positivas. Confira, abaixo, outras dicas para tornar um conflito uma chance de crescimento pessoal e corporativo:

  • É importante se manter ativo: exponha seus planos sem medo de que eles sejam rejeitados. O segredo é avaliar o custo de não tomar uma decisão em relação ao benefício que quaisquer mudanças nas circunstâncias podem trazer;
  • Sempre aja em momentos difíceis: manifeste suas idéias, mesmo em crises. Nestas épocas, é preciso conversar e escutar, não apenas realizar as atividades;
  • Tente resolver o conflito: a resolução do caso não deve ser imposta pelo líder, mas compartilhada. Os funcionários que repassam aos seus superiores a responsabilidade de resolver qualquer desentendimento nunca amadurecem nem chegam a ser cidadãos organizacionais úteis, e muito menos futuros líderes;
  • Não há regras para tudo: circunstâncias diferentes exigem abordagens diferentes e um conflito pode ensinar isto;
  • Entenda suas emoções e procure distanciar-se delas: invista tempo para compreender as suas necessidades pessoais na situação de conflito, e o impacto emocional que ela tem sobre você. A resolução do problema só pode ser alcançada por alguém que consegue avaliar a situação de maneira mais objetiva.