Em carreira / gestao-e-lideranca

Diretor de agência criada por baiano critica voto de nordestinos e é afastado da empresa

"Nordeste vota em peso no PT. Depois vem pro Sul e Sudeste procurar emprego!", escreveu José Boralli  

Post José boralli
(reprodução)

SÃO PAULO – Após a apuração das urnas no primeiro turno das eleições, o publicitário José Boralli, diretor da unidade de negócios da Agência Africa, criticou o voto dos nordestinos em seu Instagram. 

“Nordeste vota em peso no PT. Depois vem pro Sul e Sudeste procurar emprego!”, escreveu o publicitário, antes de se arrepender e pedir “sinceras desculpas a todos que se sentiram ofendidos” e dizer que o comentário anterior “não reflete minha opinião, de forma alguma”.

A Africa foi fundada por Nizan Guanaes e tem como um dos presidentes Sérgio Gordilho, ambos nascidos em Salvador, capital da Bahia. Um e-mail assinado pelo próprio Gordilho e por Márcio Santoro, outro co-fundador da empresa, foi enviado a toda a equipe após o comentário repreendendo a postura do diretor e dizendo que “medidas cabíveis” seriam tomadas.  

Contatada, a Africa confirmou, através da diretoria de comunicação, que “não compactua de forma alguma com aquele comentário” e que o diretor em questão está afastado no momento. Como o caso ocorreu muito recentemente, a empresa ainda está deliberando quais medidas serão tomadas.

“Comentários preconceituosos e próximos da irracionalidade reinaram nas redes sociais. Sem fazer juízo de valor, precisamos, acima de qualquer partido ou corrente, respeitar as pessoas”, diz um trecho do comunicado interno. Para a imprensa, outro comunicado diz que a “Africa não compactua, de forma alguma, com a opinião expressa no comentário, o qual desrespeita nosso Código de Conduta. Nascemos da diversidade. Acreditamos nela e a defendemos, acima de tudo. Continuaremos vigilantes para fazer com que nossos valores sejam respeitados”.

Invista nos melhores produtos do mercado financeiro. Abra uma conta na XP Investimentos clicando aqui

 

 

Contato