Em carreira / gestao-e-lideranca

Jorge Paulo Lemann: "Brasil perdeu no futebol, mas vamos ganhar no resto"

Em entrevista ao podcast Rio Bravo, bilionário brasileiro fala sobre o que considera o maior problema do país: educação

Jorge Paulo Lemann
(Divulgação)

SÃO PAULO – Jorge Paulo Lemann deixa claro em toda e qualquer oportunidade: para ele, o principal problema do Brasil é a educação. Em entrevista à edição de número 500 do Podcast Rio Bravo, o bilionário fez questão de destacar que está otimista quanto à capacidade nacional de dar a volta por cima e “vencer” neste quesito. "O Brasil perdeu no futebol, mas vamos ganhar no resto agora. Vamos correr atrás", foi sua frase de encerramento da entrevista, publicada na semana passada.

Leia também
Jorge Paulo Lemann revela o maior erro que cometeu como gestor

“Eu sou um cara competitivo, competitivo em geral, então me dói ver que o Brasil não é competitivo em termos de Educação”, confessa o fundador da 3G Capital, proprietária de marcas como Burger King, Anheuser-Bush e Heinz. Por isso, ele comemora o avanço que se observa neste sentido no país. “Botaram todos os brasileiros na escola, a qualidade não é grande coisa, mas pelo menos estão na escola, já é alguma coisa”, menciona. 

Ainda assim, ele sabe que há um grande espaço a ser percorrido. "Todos os índices internacionais indicam que estamos atrasados, mas estamos muito mais conscientes do problema do que estávamos há dez, 15 anos atrás", comenta o bilionário. Ele dedica boa parte de seus esforços e recursos para melhorar esta questão através da Fundação Lemann, voltada à melhoria da qualidade da educação pública no país; e Fundação Estudar, que trabalha com jovens de alto potencial pela formação de uma comunidade de líderes. 

Entre os problemas que devem ser combatidos, o bilionário menciona com destaque a falta de igualdade de oportunidades. "Tem vários países asiáticos mais pobres do que nós, mas que estão na nossa frente em termos de Educação. Me preocupa, país bom é onde as pessoas têm a mesma oportunidade, então, o país que não tem oportunidades e uma boa educação prejudica essa igualdade de oportunidade", diz.

Na entrevista completa, que você pode conferir neste link, o bilionário fala sobre os erros que cometeu na gestão do Banco Garantia, startups, o chamado “método 3G”, educação no Brasil, funcionalismo público, meritocracia e outros temas. Confira a entrevista completa clicando aqui - ou escute o podcast neste link.

Siga o exemplo de Lemann: invista. Abra uma conta na XP.

 

Contato