Fortuna

Filha “secreta” de bilionário pede mesada de 77 anos (e vários pedidos estranhos)

A filha do bilionário australiano está pedindo mais do que os 3 milhões de dólares australianos que recebeu

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Michael Wright, herdeiro de mineração e fundador da Voyage Stater, deixou uma fortuna estimada em US$ 2,1 bilhões após sua morte em 2012 – e a briga por ela ainda é grande.

Como conta o CNBC, a filha anteriormente desconhecida do australiano está pedindo por uma parcela maior do que recebeu: Olivia Mead, de 19 anos, recebeu um total de US$ 2,35 milhões de acordo com o testamento de Wright (que ela só poderá acessar aos 30 anos), junto de 30 anos de pensão.

Não satisfeita, Olivia entregou uma lista de compras à corte. Especificamente, ela pede uma casa de US$ 1,95 milhões, a ser reformada duas vezes pelo custo de US$ 390.000. Um baixo cravejado de diamantes, de A$ 195.000, e um piano incrustado de cristais – de US$ 936 mil – também estão na lista de pedidos.

PUBLICIDADE

Ela também quer que todas suas despesas sejam pagas pelos próximos 77 anos, até que ela complete 96. As despesas incluem cinco pares de sapatos de US$ 3.900 e vinte pares de US$ 235 por ano, US$ 31.200 anuais para viagens, dois carros, US$ 7.800 por ano para bolsas e acessórios e US$ 1.570 ao ano para cuidar de seu bicho de estimação, um axolote, uma espécie de salamandra mexicana.

Para os custos semanais, ela pede US$ 235 para roupas, US$ 625 para comida e álcool, US$ 310 para contas de restaurantes e US$ 117 para vinhos finos – tudo isso por toda a vida. Olivia está processando o testamento de Wright e suas duas filhas por seus pedidos, alegando que ela foi deixada sem a parte adequada no testamento de seu pai.