Siga o exemplo

Engenheiro escreve mentiras no currículo, mas não para enganar

Norte-americano é formado em engenharia elétrica e trabalha em uma startup da Filadélfia

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Quando se vai preparar um currículo, a orientação principal é não mentir habilidades e experiências que você não tem, caso contrário você pode estragar a chance de conseguir o emprego dos seus sonhos.

Tem uma pessoa que não segue essa orientação intencionalmente: todo início de ano, o engenheiro eletricista norte-americano Chris Baglieri, escreve mentiras em seu currículo: cursos que ele não fez, realizações que não foram suas, entre outras coisas.

“Eu o moldo à perfeição”, afirma em seu blog pessoal e não tem vergonha de dize isso. No entanto, o seu objetivo não é encontrar um emprego, mesmo porque ele já trabalha em uma startup na Filadélfia. Na verdade, tudo não passa de um método encontrado pelo engenheiro para se motivar e planejar o crescimento de sua carreira.

PUBLICIDADE

Com o seu currículo perfeito pronto, ele determina o que precisa fazer ao longo do ano para transformar em realidade o que está escrito.

Para ele, esse é o seu melhor conselho de carreira. “Elabore seu currículo da forma como você quer que ele seja, e então descubra como você vai transformar aquela peça de ficção numa peça de não-ficção ao longo do ano”.