Incentivo

Empresas usam jogos para estimular a criatividade dos profissionais

Enquanto algumas investem na prática de desenhos livres, outras propõem jogos, brincadeiras e atividades lúdicas para trazer à tona o melhor daquele profissional

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Para fugir das mordomias da internet e incentivar um colaborador a pensar de forma criativa, muitas empresas têm apostado em soluções diferenciadas de estímulo. Enquanto algumas investem na prática de desenhos livres, outras propõem jogos, brincadeiras e atividades lúdicas para animar o dia a dia do contratado e trazer à tona o melhor daquele profissional.

Ao que parece, é no momento de maior relaxamento que um colaborador consegue ter as melhores ideias, e a demonstração visual de uma solução em forma de desenhos e rabiscos, bem como um bate-papo informal pode ser de grande valia nestas horas.

“Os colaboradores precisam sair do problema para enxergar uma solução. As grandes ideias aparecem quando estamos fora da empresa em um momento de descanso ou lazer”, diz o sócio diretor da La Gracia Design, Flávio Reis, que aposta em soluções diferenciadas para estimular a criatividade dos seus contratados.

PUBLICIDADE

“Todas as sextas-feiras temos um café de ideias, que nada mais é que um momento de descontração onde reunimos toda a nossa equipe para falar de assuntos culturais e relevantes que possam nos trazer boas experiências”, diz.

Em um bate-papo destes, inclusive, os profissionais da empresa já chegaram a passar uma tarde inteira rindo de memes na internet. “Foi uma tarde para dar risada e entender o processo de memetização. Os encontros servem para pensarmos em novas ideias”, explica Reis, que também premia seus colaboradores em um ‘boteco’, como ele mesmo afirma, pelos melhores e mais bizarros trabalhos executados na empresa.

Inovação necessária
Comum em agências de publicidade, design, marketing e propaganda, o conceito de estímulo à criatividade tem se espalhado por aí. “As companhias estão cientes que inovar é uma necessidade de sobrevivência no mundo atual. A competição está cada vez mais acirrada e quem consegue se reinventar e atender as necessidades do mercado está à frente”, diz a analista de treinamento do Nube, Lizandra Bastos.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a agência Sunni Brown – que atende a Disney, a Dell, entre outras -, usa e abusa de recursos visuais e gráficos para incentivar sua equipe a propor boas ideias aos seus clientes.

As mais adotadas
Entre as soluções mais adotadas pelas companhias estão aquelas que proporcionam a redução do estresse e a mudança da rotina.

“Atividades que articulam diferentes tipos de conhecimento, que tenham um caráter lúdico, e que proporcionem integração entre os colaboradores podem ser um bom caminho, como por exemplo, espaços com para relaxar e para confraternizações, espaços com estímulos visuais e auditivos diferenciados, além de campanhas motivacionais”, diz Lizandra.

PUBLICIDADE

Segundo ela, as soluções devem variar de acordo com os recursos e o perfil dos colaboradores e da empresa, mas de forma geral, quanto mais criatividade for a proposta, melhor para o empregado e para o empregador.