Empresas exigem exame de proficiência em inglês: veja dicas para passar!

Eles são exigidos para comprovar a habilidade no segundo idioma. Mas você sabe como funcionam esses exames?

SÃO PAULO – Não é nenhum segredo que o inglês é fundamental para alavancar a carreira. Para se ter uma idéia, das vagas de emprego abertas em fevereiro, o idioma foi o mais solicitado pelas empresas, segundo a Manager Assessoria em Recursos Humanos.

Muito mais do que saber falar a língua, porém, as empresas solicitam aos profissionais que façam exames de certificação de conhecimento de inglês, como o Toefl, Toeic, Ielts, Cambridge, que são exigidos para comprovar a habilidade no segundo idioma. Mas você sabe como funcionam esses exames?

Confira cada um deles

Sem sair do País, os profissionais podem prestar esses exames em escolas de idioma, que ainda oferecem cursos preparatórios. Com uma boa nota, abrem-se oportunidades no mercado de trabalho e para ingressar num curso de graduação, pós e outros em universidades no exterior.

PUBLICIDADE

Veja, a seguir, cada um desses exames:

  • Cambridge: todos os anos, mais de dois milhões de candidatos em 130 países prestam os exames de Cambridge, que abrem portas para universidades do Reino Unido, EUA, Austrália e Nova Zelândia. Eles não têm prazo de validade e avaliam o conhecimento em produção escrita, compreensão e expressão oral. É possível testar o inglês geral e o voltado para negócios. São cinco: KET, PET, FCE, CAE e CPE.
  • Toeic (Test of English for International Communication): criado há mais de 30 anos, é a referência para a grande maioria de instituições internacionais, governo e empresas. Com quase cinco milhões de pessoas sendo testadas a cada ano, ele é o padrão para a proficiência de inglês no ambiente de trabalho. Muitas companhias exigem uma pontuação mínima, que varia.
  • Toefl (Test of English as a Foreing Language): usado nas universidades dos EUA e Canadá, ele avalia as habilidades do inglês norte-americano. É indicado, portanto, para quem quer estudar no exterior. Dependendo do estágio, avalia a leitura, redação e a habilidade de falar em inglês.
  • Ielts (Internacional English Language Testing System): tem como objetivo principal avaliar o inglês de candidatos a estudar em universidades do Reino Unido e da Austrália. A cada ano, 938 mil pessoas são testadas pelo exame em todo o mundo.

Como se preparar?

Um primeiro passo é eliminar as fraquezas. Fique atento aos erros mais comuns que comete e comece a se policiar. Pratique por meio de simulados, o que é importante para que fique mais tranquilo para o exame.

Para a hora do exame escrito, a Cultura Inglesa dá as seguintes dicas: destacar as palavras importantes das questões, não deixar nada em branco, não misturar linguagem formal e informal, considerar o público-alvo na redação e organizar as idéias antes de escrever as respostas e textos. As provas são cronometradas e o melhor é não fazer rascunho, para não perder tempo.

No caso do exame oral: pratique conversação, ouça o que o examinador está dizendo e faça o que ele pedir, fale claramente para que os examinadores ouçam o que você realmente disse, peça explicações em caso de dúvidas, não tente dominar a conversa nem interrompa os colegas durante o exame, não hesite muito nas falas e use expressões semelhantes, caso se esqueça de palavras.