Em carreira / emprego

PIS/Pasep: prazo para sacar abono salarial termina nesta sexta-feira

O abono salarial começou a ser pago em julho de 2017 e pode chegar ao valor de um salário mínimo

Dinheiro
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Termina nesta sexta-feira (29) o prazo para sacar o abono salarial ano-base 2016. Até o início desta semana, 2,2 milhões de trabalhadores não haviam sacado o abono, saldo que totalizava R$ 1,6 bilhão.

O abono salarial começou a ser pago em julho de 2017 e pode chegar ao valor de um salário mínimo. Caso o benefício não seja sacado até esta sexta, o recurso volta para as contas do governo federal.

Têm direito ao saque pessoas que trabalharam formalmente por no mínimo um mês em 2016 e cujo salário médio era de até dois salários mínimos. Também é necessário que ele esteja inscrito no PIS-Pasep há no mínimo cinco anos.

Cada trabalhador receberá um valor diferente do abono salarial, proporcional ao tempo de serviço trabalhado no ano-base – no caso, 2016. O cálculo leva em base o número de meses trabalhados no ano, que é multiplicado por 1/12 do salário mínimo vigente na data do pagamento. Na prática, os trabalhadores receberão entre R$ 80 e R$ 954, correspondente a quem trabalhou por 30 dias e durante o ano todo, respectivamente.

Este benefício é diferente da cota do fundo PIS-Pasep, que começou a ser paga no dia 18 deste mês e corresponde ao valor depositado por empregadores, tanto da iniciativa privada quanto do setor público, em nome de trabalhadores entre 1971 e 1988.

A consulta do saldo é diferente para trabalhadores da iniciativa privada e pública. No caso do primeiro, que recebe o PIS, a consulta deve ser feita no site da Caixa Econômica Federal, onde também deve ser realizado o saque; o segundo está vinculado ao Pasep e deve ser consultado no site do Banco do Brasil.

 

Contato