Emprego na indústria paulista cresce apenas 0,04% em julho, aponta Ciesp

Indústria criou 903 postos de trabalho; o resultado é inferior ao apurado no mês anterior, quando foram criadas 2.106 vagas

SÃO PAULO – As contratações da indústria paulista cresceram 0,04% em julho, frente ao mês anterior (2.106), com a criação de 903 empregos, conforme revela a pesquisa mensal do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo), divulgada nesta quinta-feira (10).

Crescimento menor, frente a julho/05

O desempenho do setor na geração de empregos no sétimo mês de 2006 ficou abaixo do registrado em julho de 2005 (3.605 vagas), quando o crescimento havia atingido 0,17%.

No acumulado dos últimos 12 meses, houve um avanço de 0,49%, pois 9.676 novos postos de trabalho foram criados. Já no acumulado do ano, são 58.823 novas vagas abertas.

PUBLICIDADE

A geração de empregos na indústria paulista, em 2006, atingiu o pico em abril, quando subiu 1,48% com relação a março. Já em maio, foi registrada queda de 0,45% e, em junho, de 0,10%, sempre na comparação com o mês anterior.

Artigos de Couro e Viagem foram destaque

Dentre os 21 setores pesquisados, 11 deles (representam 46,88% do estado) apresentaram desempenho positivo no mês passado.

Os destaques ficaram com Metalúrgica (0,41%), Artigos de Couro e de Viagem (3,44%) e Produtos Químicos (0,46%).

Entre os destaques negativos estão os segmentos de Calçados (-1,11%), Confecções de Artigos Vestuários (-0,39%) e Produtos Alimentares (-0,18%).

Matão contratou mais

Na análise regional, o levantamento revela que Matão foi o município líder em contratações no mês de julho, com o incremento de 2,73% em sua mão-de-obra, seguido por Presidente Prudente (1,67%) e Santa Bárbara D’Oeste (1,22%).

São Paulo figura longe dos municípios que mais contrataram no sétimo mês do ano. A capital paulista fechou 0,76% de postos de trabalho na comparação com junho.

Na contramão dos resultados positivos, as cidades que mais demitiram em julho foram Araçatuba (-1,49%), Jaú (-1,28%) e Americana (-1,12%).