Em carreira / educacao

Cinco bons motivos para aprender um segundo idioma

Você está adiando aquele curso de línguas? Então leia essa matéria

SÃO PAULO – O aprendizado de uma segunda língua está cada vez mais comum, não só visando a importância profissional, mas também pessoal.

Apesar disso, em muitos casos, esta acaba não sendo a prioridade das pessoas. Pensando nisso, o diretor superintendente da Fundação Fisk, Elvio Peralta, listou alguns dos principais motivos para ter uma segunda língua. Confira:

1- Evitar constrangimentos
O conhecimento de outro idioma, como a língua inglesa ou a espanhola, que são as mais faladas no mundo, é muito importante, pois se evita constrangimentos em lugares públicos ou até mesmo em reuniões de negócios em que o convidado ou cliente só fala uma das línguas.  

2- Participar de intercâmbios 
O mercado de trabalho é muito exigente, está sempre em busca de profissionais qualificados e que possuam diferenciais, como especializações que são oferecidas fora do Brasil. Algumas instituições brasileiras e empresas também oferecem intercâmbio levando seus alunos e profissionais para cursos exclusivos de especializações fora do país. No entanto, se o aluno não tem o domínio e a proficiência em inglês, por exemplo, dificilmente conseguirá uma vaga em uma universidade internacional.

3- Obter sucesso profissional
Muitos sonham com uma vida profissional de sucesso. Mas, para alcançar esse objetivo é preciso competência e qualificações que alavanquem a carreira. Um dos diferenciais para obter uma vaga de gerência ou diretoria, na maioria das vezes, é fluência em inglês e espanhol, podendo, assim, ser capaz de realizar reuniões e conference calls de qualquer lugar do mundo, além de redigir relatórios e e-mails.

4- Estabelecer comunicação sem ruídos
Imagine que foi convocado para um evento e chegando lá ninguém fala outra língua além do inglês. Nesses casos, o brasileiro, com seu jogo de cintura, sempre acaba "dando um jeitinho" para conseguir se comunicar. Mas, nessa situação, pode ocorrer de o interlocutor não conhecer os gestos ou as "mímicas", e a comunicação acabar repleta de ruídos, gerando um mal-estar entre ambos e até mesmo a perda de uma grande oportunidade de negócio.

5- Conseguir realização pessoal
Não é só na vida profissional que um segundo idioma faz falta. Acontece, por exemplo, de alguns filmes, séries e livros só terem versão em inglês, e se a pessoa não tiver um mínimo de conhecimento para entender ou alguém para auxiliar com traduções de qualidade, perderá detalhes importantes para a compreensão desses atrativos culturais.

 

Contato