AO VIVO Especialista recomenda ativo ao vivo em aula sobre Fundos Imobiliários

Especialista recomenda ativo ao vivo em aula sobre Fundos Imobiliários

Educação financeira pode melhorar rendimento de funcionários

Colaboradores motivados cumprem suas metas profissionais e pessoais com extrema satisfação e tranquilidade, diz educadora

SÃO PAULO – Dívida. Essa é uma das responsáveis pelo estresse, ansiedade e preocupação da maioria das pessoas. Com tantos problemas financeiros para resolver, o desânimo chega e a queda de rendimento no trabalho também.

De acordo com a educadora financeira Silvia Alambert, algumas organizações já perceberam que a educação financeira é uma aliada à produtividade e à qualidade de vida dos seus funcionários.

“Acredito que a educação financeira se tornará cada vez mais uma grande aliada das empresas, pois o recurso mais valioso dentro de uma empresa é o seu ‘elenco’ e, por isso, a saúde financeira de seus funcionários será cada vez mais um pilar da boa governança”, afirmou a educadora.

Educar financeiramente, segundo Silvia, é transmitir o conhecimento necessário e fornecer ferramentas para que as pessoas possam visualizar de forma clara sua situação financeira e fazer escolhas mais saudáveis e inteligentes. “Ao mesmo tempo, permite que comprendam diferentes tipos e formas de investimento como oportunidade para seu perfil ou situação financeira”, completou.

Para que os resultados sejam satisfatórios, é necessário um acompanhamento e que as pessoas sintam os benefícios da educação financeira.

Trabalhando em conjunto
“É importante destacar que a implantação de um método de educação financeira requer todo um esforço conjunto que deve ser pensado pelas duas partes: empregador e o beneficiado”, explicou Silvia.

A educadora acredita que, da mesma forma que os custos com planos de saúde foram compartilhados entre empregador e empregado, a educação financeira será assim nos próximos anos.

“Os resultados podem ser surpreendentes. Colaboradores motivados, amparados por empregadores que se preocupam em vê-los crescendo financeiramente, são colaboradores que se tornam empoderados para que cumpram suas metas e objetivos profissionais e pessoais com extrema satisfação e tranquilidade”, concluiu Silvia.