É possível construir um bom ambiente de trabalho; veja como!

"Se a pessoa demonstra que trabalha pelo todo, as pessoas vão notar este exemplo", disse CEO do Great Place to Work

SÃO PAULO – Você mudou de emprego atraído por um bom salário e benefícios. Passado um tempo, percebeu que as pessoas não colaboravam tanto, o chefe não era tão confiável e que o clima era pesado… Pois é, o ambiente de trabalho não era agradável.

Antes de desistir, saiba de uma coisa: é possível construir um bom ambiente de trabalho. De que forma? De acordo com o CEO (Chief Executive Officer) do Great Place to Work, Rui Shiozawa, nem sempre sozinha uma pessoa consegue transformar o todo, mas ela dá o seu exemplo.

“Se a pessoa demonstra que trabalha pelo todo, as pessoas vão notar este exemplo”, explicou.

O que é um bom ambiente?

PUBLICIDADE

Com base em pesquisas que realiza, o Great Place to Work revelou que um bom ambiente para trabalhar parte de uma relação excelente entre líder e liderado, chamada de relação de confiança. Em empresas em que isso não está presente, acontece muita demissão voluntária, mesmo que seja uma companhia líder de mercado. Daí a importância de formar bons líderes.

Além de ter uma relação de confiança com o líder, o profissional deve também estar em uma empresa da qual se orgulha e se esforçar para gostar das pessoas com as quais trabalha. São os princípios de confiança, orgulho e camaradagem, usados para listar as melhores empresas para se trabalhar em todo o mundo.

Se a empresa em que você trabalha não possui essas características, é possível construir isso, desde que o outro também esteja disposto. Shiozawa indicou ao profissional demonstrar o interesse sincero em crescer na carreira, o que facilita a construção do bom local para trabalhar.

Quanto aos colegas de trabalho, o importante é mostrar espírito de equipe, mesmo em meio à pressão, que pode ser um bom motivo para gerar conflitos.

O que não pode é o profissional acomodar-se em um ambiente ruim de trabalho: “É a postura mais fácil, que é olhar para o lado e ver que está tudo errado, mas não fazer nada”, descreveu o CEO do Great Place to Work.

Para as empresas

Às empresas, o recado de Shiozawa é ouvir as pessoas, já que qualquer companhia pode se tornar um excelente local para se trabalhar, se ela estiver de fato disposta.

“É um círculo virtuoso: a empresa dá sinais de que quer um bom ambiente de trabalho e as pessoas respondem positivamente e dão o melhor de si. O processo gera cada vez mais resultados. O cliente começa a ser melhor atendido e os resultados financeiros também são melhores”, disse.