Doenças por esforço repetitivo: bancários são alvo constante!

Segundo Contraf, eles trabalham além do que é determinado e ficam muito tempo no computador

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORTs) são responsáveis por 90% dos casos de absenteísmo, licença médica e invalidez no Brasil. Dentre os profissionais que mais sofrem com essa doença, estão os bancários, uma vez que realizam tarefas repetitivas.

Para se ter uma idéia, estimativas do DIAP (Departamento Intersindical Parlamentar) apontam que os gastos com as doenças ocupacionais e com acidentes de trabalho alcançam 20 bilhões por ano. Em relação aos bancários, dados da Previdência Social revelaram que, de 2000 a 2005, foram pagos R$ 981,4 milhões com auxílio-doença a 25 mil profissionais da área.

As doenças são mais comuns no segmento devido à rotina levada por esses profissionais. Normalmente, eles excedem a jornada de trabalho fixada em seis horas diárias e utilizam o computador por muito tempo seguido. “Isso sem falar da redução dos quadros, que estão mais enxutos nos últimos anos, causando sobrecarga de trabalho”, afirmou o secretário de Saúde da Contraf (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), Plínio Pavão.

Prevenção

Aprenda a investir na bolsa

Como os profissionais passam a maior parte do tempo no escritório, é importante prestar atenção aos próprios hábitos, para não desenvolver esse tipo de doença. “As empresas devem encarar a prevenção como investimento e não como custo”, afirmou o secretário de Saúde. Confira abaixo algumas dicas de prevenção, a serem adotadas pelos próprios profissionais:

  • Se movimente no escritório: não fique durante todo o expediente sentado. Em intervalos de tempo, levante e faça uma pequena caminhada;
  • Improvise caminhadas: elas podem ser feitas na ida ou volta ao trabalho ou até mesmo depois do almoço;
  • Cuidado com a postura: quando sentamos e queremos relaxar, muitas vezes podemos forçar nossa coluna, o que a prejudica. Por isso, evite posturas inadequadas e que desfavoreçam a circulação;
  • Atenção com o computador: sempre apóie o antebraço ao mexer no mouse e encoste toda as costas no encosto da cadeira;
  • Alongue-se frequentemente: isso fará com que seus músculos se tornem mais flexíveis e melhorará sua postura e qualidade de vida.