Dinheiro e direitos: atente ao contrato antes de colocar o currículo na internet!

Empresas oferecem semana grátis para atrair profissionais; depois desse tempo, ligue para cancelar serviço

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em busca de recolocação ou ingresso no mercado de trabalho, muitas pessoas aderem à prática de disponibilizar o currículo na internet. Para desbancar a concorrência, empresas oferecem o serviço gratuitamente durante o período de uma semana. Antes de aderir à prática, porém, o consumidor deve prestar bastante atenção!

Isso porque, esses contratos, normalmente aceitos pelos consumidores na própria internet, prevêem que a renovação será feita automaticamente, caso o profissional não ligue para a empresa para cancelar o serviço. Com isso, os desavisados acabam conseguindo um emprego e simplesmente continuam pagando para ter o currículo
na internet.

Seus direitos

De acordo com a assistente de direção da Fundação Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, Selma do Amaral, o profissional deve atentar ao período de tempo em que o currículo ficará disponibilizado na internet gratuitamente e se o contrato prevê uma cláusula de renovação automática.

Aprenda a investir na bolsa

“Leia as condições. Se tiver essa cláusula, peça para a empresa tirar do contrato”. Ao ser questionada de que maneira o consumidor pode fazer isso, Selma respondeu que, por meio de e-mail ou simplesmente ligando para a empresa e pedindo para que retire. Se não conseguir, a atenção em relação aos prazos deve ser redobrada.

Vale ressaltar que a empresa deve deixar claro no contrato que a renovação é feita automaticamente, ou, então, a situação favorece o consumidor, que pode ser ressarcido, em caso de débito indevido do serviço.

Cobrança indevida

Se, após o cancelamento, o valor do serviço continuou a ser debitado de sua conta-corrente, o melhor é contatar a empresa. Tente primeiro uma solução amigável. Se não conseguir, busque seus direitos no Procon ou na Justiça. “É interessante reclamar, porque é uma prática abusiva e a empresa fica sujeita à penalidade”, disse Selma.

Algumas empresas, no ato do cancelamento, oferecem mais uma semana de graça ao consumidor. Cuidado também nesta hora: depois de terminado o prazo, você terá de cancelar o contrato novamente, para que não seja renovado automaticamente.