Currículo atualizado avalia seu avanço profissional

Assim como avaliação de desempenho mede sua performance na empresa, currículo mostra o quanto sua carreira tem evoluído...ou não!

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Satisfeito com seu emprego e com o ambiente de trabalho, você nem sonha em mudar. Justamente por isso, há tempos não atualiza seu currículo, já que não tem precisado desse recurso para a busca de uma nova oportunidade profissional.

Cuidado! Este pode ser um sinal de acomodação.

Avalie-se com freqüência

Por mais que se sinta em um momento de realização e estabilidade profissional, esteja sempre atento ao principal sinalizador de sucesso em sua carreira: o crescimento.

Aprenda a investir na bolsa

Para isso, o currículo se torna um veículo simples e prático para avaliar o quanto tem avançado. Se, após um ou dois anos “de gaveta”, seu currículo não tiver mudado absolutamente nada, atenção! Está mais do que na hora de rever alguns conceitos.

Aproveite a ferramenta

No seu currículo você deve listar os últimos cursos realizados, palestras e workshops dos quais participou. Isso sem falar de outras habilidades adquiridas e do posto ocupado atualmente. Foi promovido nos últimos meses? Envolveu-se na realização de algum projeto importante, que possa lhe servir como diferencial? Viajou a trabalho ao exterior?

Tudo isso lhe serve de ferramenta de avaliação. Dessa forma, você se enxerga de fora, com a visão de um profissional pronto às oportunidades do mercado.

Negocie com a empresa

Vale esclarecer: o hábito de manter seu currículo atualizado não sinaliza obrigatoriamente que você está traindo a empresa na qual trabalha hoje. Trata-se apenas de zelar pela sua empregabilidade no futuro.

Assim como a avaliação de desempenho mede a sua performance na empresa, o currículo avalia sua carreira.

Caso perceba que avançou bem menos do que imaginava no emprego atual, talvez seja uma boa oportunidade de negociar novos desafios na empresa, ocupar novos postos e desenvolver novas tarefas. Será que não está na hora de pleitear treinamento ou mesmo uma promoção?

PUBLICIDADE