Convite para trabalhar na filial? Veja quais os desafios da experiência

Profissional deve refletir bastante antes da decisão, já que terá que mostrar mais resultados e ainda convencer a família

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Muitas empresas sustentam filiais em outras cidades e países e, em alguns casos, faz-se necessário enviar alguns profissionais para esses locais para treinamento do grupo ou mesmo preenchimento de lacuna em determinada área da empresa.

Você recebeu esse convite? Se está em dúvida quanto a aceitá-lo ou não, o melhor é pensar bem antes da resposta. Isso porque existem vários desafios profissionais e pessoais que você terá que enfrentar. Veja alguns deles.

Passar confiança para o chefe

Para quem vai trabalhar na filial, a primeira atitude será ganhar a confiança do chefe. Devido à distância, o melhor que você tem a fazer é sempre prestar contas sobre seus movimentos. Se vendeu mais, não apenas informe, mas dê explicações. Para não gastar muito, mande por e-mail alguns relatórios pequenos diários ou, se não houver tempo, algum semanal mais detalhado.

Aprenda a investir na bolsa

Para ganhar essa confiança, mesmo estando longe é preciso ter em mente que você precisará trazer resultados para a companhia e, em muitos casos, como o investimento em você pode ter sido grande, a empresa espera muito mais. Por isso, estar distante não significa menos pressão, e sim mais responsabilidade.

Convencer a família

Outro desafio, ainda maior, será convencer a família. Seus filhos já estão acostumados com o colégio que frequentam e contam com seus amigos e rotina, enquanto o parceiro ou parceira, em alguns casos, também trabalha.

Neste caso, um bom motivo para mudar seria o salário e os benefícios. No entanto, compensa causar todo este transtorno em sua família por uma renda que não será tão superior? É preciso muita reflexão, conversa e calma neste momento. Você deve levar em consideração que todos devem ser beneficiados com a troca, não somente você.

Evite prometer à família condições melhores e fácil adaptação. Isso não depende de você. Além da cobrança no novo ambiente de trabalho, você se submeterá, dessa forma, à pressão de filhos e do cônjuge também. Coloque tudo na balança e não decida nada sozinho, muito menos sonhe alto demais.

Conquistar novas pessoas

Quando a mudança é para outro país, fica mais difícil a adaptação, desafio que somente será superado com o tempo. A comida não agrada, as pessoas não são tão amigáveis quanto você imaginava e a temperatura é muito fria ou quente. Embora tudo isso possa lhe parecer um empecilho, espere um pouco para se acostumar. Não desista logo nas primeiras semanas, afinal uma mudança dessa não pode ser feita sempre, certo?

O que ajuda neste momento é conquistar as pessoas do ambiente de trabalho. Tente fazer colegas que possam te dar dicas sobre lugares para frequentar e onde encontrar o que você precisa. É necessário estar aberto a novos conhecimentos e mostrar clareza em seus objetivos.

PUBLICIDADE