Conhece bem sua área? Não é suficiente para ocupar liderança

Problema é saber tudo sobre departamento, mas deixar a desejar, quando o assunto é a empresa como um todo

SÃO PAULO – Imagine a situação de não ser escolhido para atuar como líder do próprio departamento. No momento da seleção, ao invés de decidirem por você, que sabia na “ponta da língua” como funcionava tudo, preferiram outra pessoa. “Nesse momento, é comum o profissional não compreender a decisão da empresa”, afirmou o sócio-diretor da Steer Recursos Humanos, Ivan Witt.

Mas, nesse caso, o problema é exatamente saber tudo sobre o departamento em que trabalha, mas deixar a desejar, quando o assunto é a empresa como um todo. Para cargos de ponta, como gestão, gerência e diretoria, é claro que as companhias preferem quem conhece mais do que o próprio setor. “O profissional que pretende subir na carreira precisa desenvolver uma visão de 360º da empresa onde trabalha”.

Com relação a esse ponto, quem participou de programas de trainee sai na frente, já que costumam ser estruturados para que os participantes tenham uma visão do todo. Em determinados períodos de tempo, passam por um departamento da empresa, até que encontrem aquele com o qual se identificam.

Visão corporativa

PUBLICIDADE

Uma primeira dica para quem deseja desenvolver essa visão corporativa, de acordo com Witt, é sempre questionar o líder mais próximo qual a relevância das atividades desenvolvidas. Isso ajudará a compreender o papel do setor em que atua. Veja abaixo outras maneiras de obter uma visão do todo:

  • Procure descobrir o que as outras áreas fazem: em horário de almoço ou em passagens por outras áreas, conheça os colegas e converse sobre o que eles estão fazendo. É uma oportunidade de aumentar o networking e coletar mais informações;
  • Conheça as tendências: leia revistas e jornais de negócios, internet e converse com superiores, para ter uma visão das tendências do mercado dentro e fora da empresa em que atua;
  • Saiba se seu salário é competitivo: o profissional consciente sabe se sua remuneração é adequada e não reclama do quanto ganha. Por meio de bons resultados, busca se superar a cada dia;
  • Suba no “banquinho”: tente enxergar além de suas atribuições, atentar a todas as áreas da empresa e compreender a cadeia de valores, dos fornecedores até o produto ou serviço final. Quem sabe mais vê mais longe e entende o todo. Dessa forma, está mais preparado para ascender.