AO VIVO Estrategista-chefe da XP mostra estratégia para quem deseja viver de renda

Estrategista-chefe da XP mostra estratégia para quem deseja viver de renda

Comprometido x envolvido: qual perfil é o mais valorizado no mercado?

Para especialista, o profissional comprometido agrega valor no seu trabalho. Já o envolvido é um ótimo executor de tarefas

SÃO PAULO – Há diferença entre os profissionais envolvidos e comprometidos? Você sabe qual dos perfis é o mais valorizado no mercado de trabalho?

De acordo com a diretora executiva da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Karla Rios, o perfil de um profissional comprometido é o de agregar valor ao seu trabalho. Já o colaborador envolvido é um ótimo executor de tarefas.

Comprometido versus envolvido

Karla afirma que o profissional comprometido, antes de tudo, segue rigorosamente os procedimentos da empresa. “Esse profissional aplica, com os meios disponíveis, os pensamentos estratégicos da organização. Assim, sua característica mais marcante é a busca por agregar valor aos processos”.

PUBLICIDADE

Por outro lado, Karla ressalta que o profissional envolvido, do latin involvere, é aquele que abrange e enreda os processos corporativos. “Esse colaborador tem como perfil tomar parte das ações estratégicas da empresa. Por isso, dificilmente vai agregar valor, mas é um ótimo executor de tarefas”.

O favorito

Diante desses dois perfis de profissionais, é comum surgir a dúvida sobre a preferência de um gestor, ou seja, para um líder, é melhor ter na sua equipe um profissional envolvido ou um comprometido?

Segundo Karla, os profissionais comprometidos e envolvidos têm igual importância. “As metas e os objetivos de uma organização são alcançados por meio de uma ação conjunta de diversos perfis profissionais. Por isso, é fundamental que a organização conheça e, principalmente, entenda os diferentes tipos de colaboradores, para que possa alinhar seu pensamento estratégico”.

Sucesso

Karla finaliza ressaltando que, para se conquistar a tão sonhada ascensão profissional, é preciso ter comprometimento e envolvimento.

“O sucesso profissional é uma somatória de objetivos atingidos como: as crenças, deveres, direitos comuns, prazeres pessoais, dentre outros. Esses objetivos são alcançados tanto com envolvimento como com comprometimento. O que importa é alinhar as crenças individuais e corporativas”, conclui.