Minha carreira

Como as empresas podem trazer mais diversidade para dentro de casa?

Especialista explica os primeiros passos para criar uma cultura inclusiva que traga mais diversidade

Por  Equipe InfoMoney -

Pergunta de leitor: “Estou em uma empresa que não está desenvolvendo a diversidade internamente. Como as empresas podem trazer mais diversidade para dentro de casa?”

Resposta por Danilca Galdini*:

“A resposta rápida para esta pergunta é ter uma cultura inclusiva, que permita que as pessoas sejam elas mesmas e que desperte o senso de pertencimento. É a cultura inclusiva que gera resultados positivos para pessoas e organização e é a abordagem mais bem-sucedida para atrair e engajar uma força de trabalho plural.

Não importa quanta diversidade a empresa alcance nos números, se as pessoas se sentirem desconectadas, elas vão embora, ou seja, não existe diversidade sem inclusão.

Esta resposta abre espaço para uma nova pergunta, como criar uma cultura inclusiva?

Provavelmente o primeiro passo é entender que diversidade e inclusão não é um programa da área de recursos humanos, mas sim uma estratégia de negócio e envolve todas as pessoas da empresa e seus stakeholders.

Dito isto, é essencial ter o compromisso genuíno da liderança com a construção de uma cultura inclusiva, porque a diversidade e inclusão precisa estar na contratação, no desenvolvimento e em todos os pontos de conexão das pessoas com a empresa.

Agora, intenção é importante, mas o que vale mesmo é a ação. A construção de ambiente inclusivo tem início, mas não tem fim. É preciso saber onde a empresa quer chegar, entender o que fazer para isso, realizar ajustes de rotas e manter atenção constante. Inclusão não é um projeto estanque, é uma jornada. É importante então:

  • Entender a composição do quadro de colaboradores da empresa; esta informação ajudará a definir metas (sim, metas! Elas são essenciais) e desenhar a estratégia;
  • Criar metas e indicadores de diversidade e inclusão;
  • Estimular comunicação aberta e transparente; as pessoas precisam entender o real desafio da organização, para que possam se envolver na busca da solução;
  • Desenhar políticas e práticas que favoreçam ações afirmativas;
  • Promover reflexão sobre diversidade, inclusão e equidade para todas as pessoas da empresa (desde palestras de sensibilização, grupos de discussão, experiências educativas e muita informação);
  • Envolver as pessoas da empresa na construção das ações de reflexão ou projetos que tenham objetivo de ampliar a diversidade e inclusão, tenham elas lugar de fala ou sejam aliadas da causa;
  • Participar de eventos e fóruns de discussão sobre o tema;
  • Criar espaços protegidos (canais de denúncia) para as pessoas reportarem situações de preconceito.

Empresas que constroem uma cultura verdadeiramente inclusiva conseguem navegar melhor no ambiente de negócios global de hoje e ter uma real vantagem competitiva, porque as pessoas têm melhor desempenho quando se sentem valorizadas, capacitadas, e respeitadas por seus pares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alguns estudos neurológicos compilados por David Rock, mostram que os nossos momentos mais produtivas, inovadores e colaborativos no trabalho acontecem quando nos sentimos como parte da equipe. Quando nos sentimos incluídos e respeitados, nossos corpos criam hormônios e energia saudável que levanta nosso desempenho no trabalho.

E as pessoas esperam contar com as empresas para resolver a questão de diversidade e inclusão. Um estudo realizado pela Cia de Talentos, com mais de 123 mil respondentes em todo o Brasil, apontou que as pessoas querem que as empresas promovam causas sociais que são importantes para a sociedade. Diversidade e inclusão foi o tema mais citado.

A construção da cultura inclusiva trata mais diversidade para dentro de casa, além de permitir que as pessoas possam ser elas e possam contribuir de forma efetiva para os negócios.”

Tem alguma dúvida sobre carreira? Envie sua pergunta para o e-mail carreira@infomoney.com.br. A próxima resposta dos nossos especialistas pode ser a sua!

*Danilca Galdini é diretora de insights da Cia de Talentos. Formada em Psicologia pela PUC – SP é autora do livro: “Carreira? Você está cuidando da sua?”. Tem carreira desenvolvida em consultorias de R&S, Desenvolvimento e Carreira. É diretora da área responsável pela curadoria de conteúdo, mapeamento de tendências e pesquisas sobre jovens, trabalho, educação para carreira e diversidade & inclusão. É responsável pelo Comitê de Diversidade do Grupo Cia de Talentos, Como Coach de Carreira, trabalha com diversos públicos desde universitários, jovens em início de carreira e profissionais de gestão e liderança. Estruturou e foi Head do Núcleo de orientação profissional do Grupo Cia de Talentos.

Compartilhe